quarta-feira, 20 de junho de 2012

O Aqueduto da Vila do Abraão na Ilha Grande


O Aqueduto da Vila do Abraão
Imponentes e belos, os aquedutos tiveram papel importante no desenvolvimento das civilizações. Os romanos foram os grandes precursores dessa engenharia que consistia em levar água de um ponto a outro sobre arcos construídos de pedra e que apresentavam uma ligeira inclinação para que a água pudesse correr sobre a cantaria.

O Aqueduto da Vila do Abraão faz parte da história do Brasil e é relíquia da Ilha Grande. Foi erguido com pedra e óleo de baleia em 1893 para abastecer as instalações do Lazareto, o aqueduto tem 11 metros de altura, 140 metros de comprimento e 26 arcos, inicia-se na cabeceira do córrego do Abraão. A montante do aqueduto, uma pequena represa foi construída e continua ainda hoje em uso suprindo a Vila do Abraão.

Dessa forma, único e magnífico, o Aqueduto, é um dos monumentos de maior importância histórica da Ilha Grande. Portanto, sugerimos aos turistas e ilhéus que o visitam, que não circulem por cima do mesmo, pois se encontra bem danificado pelo tempo e pelo abandono, ao qual durante muito anos fora submetido pelos próprios moradores e autoridades de Angra dos Reis.

Junto à cabeceira do aqueduto, existe uma pedra em forma de sofá, onde Dom Pedro II costumava sentar para ler sobre botânica, escrever seus poemas e desenhar a bela paisagem a que assistia ou os jardins que pretendia construir.

Fonte: ilhagrande.org

5 comentários:

  1. AHHHH Ilha Grande.... que lindo... que saudade... a melhor cerveja que existe é aquela que se toma em um barzinho lá na praia do Abraaozinho...

    Walnei Antunes
    Veleiro Vivre
    http://veleirovivre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fernando,

    Muito interessante !

    BV,

    Eduardo Schwery
    REGWELL - Paraty

    ResponderExcluir
  3. POR FAVOR, COLOQUE OS CREDITOS PARA O SITE QUE VOCE PEGOU AS INFORMACOES. WWW.ILHAGRANDE.ORG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Barbara !
      Agradecemos sua observação, foi uma falha de nossa parte não termos informado a fonte das informações.
      Bons ventos e obrigado !

      Excluir