domingo, 6 de maio de 2012

Ilha do Cedro em Paraty tem seus bares e restarurantes fechados...

Ilha do Cedro foto clicada hoje às 15:00hs

Pensem na Ilha do Cedro sem os bares da Dita e do Nelson... Pois é, estamos agora na Ilha do Cedro e uma operação realizada aqui fechou os bares e restaurantes da Dita e do Nelson, que foram ou teriam sido construídos em área de preservação ambiental de Paraty... A operação recebeu o nome ‘União Para Todos', devido ao fato de ter sido realizada em parceria entre o Instituto Chico Mendes, Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), INEA (Instituto Estadual do Ambiente), e pelas polícias Federal e Florestal. A Dita e o Nelson receberam multas de 20.000,00 cada, além de terem sido abordados de forma grosseira por pessoal fortemente armado de acordo com o que nos foi relatado. Resolvemos publicar este post em virtude da tristeza pela qual fomos acometidos, de ver tamanha injustiça, pois, são pessoas de bem, trabalhando para sobreviver e trazer mais conforto e alegria para os turistas que visitam a bela Ilha do Cedro. E com certeza não é exagero afirmar que, são eles os responsáveis pelo local estar bem cuidado e conservado. Bem, nossa opinião foi registrada, agora estaremos na torcida para que esses bares e restaurantes sejam reabertos para o bem de todos.

4 comentários:

  1. Enquanto a casa do Luciano Huck é descaradamente "aprovada" em Angra, pessoas comuns que não têm amigos poderosos como o Governador Cabral enfrentam a pirotecnia do tucano com a estrela vermelha no peito (ou da estrela vermelha com nariz de tucano). Há algo de errado nessa política ambiental. Mas nesse governo ninguém vai mudar isso ou discutir o assunto de forma desapaixonada... e esse governo vai durar décadas.

    ResponderExcluir
  2. Barbaridade.
    Mas é assim sempre.As mansões continuam por lá.
    Só resta abrir um flutuante.Quem sabe?
    Paulo Silveira/Riacho Doce.

    ResponderExcluir
  3. So quero ver se os provaveis novos restaurantes nao serao de apaniguados.
    E se nao tiver alguem por la (no caso os restaurantes), so quero ver a sujeira que os turistas que vem nos barquinhos do continente vao deixar.

    Fininho/Zuretta.

    ResponderExcluir
  4. Me espanta ver comentarios a favor da ocupacao irregular de areas de preservacao pemanente. Os restaurantes e quiosques plantados DENTRO da reserva são um acinte, admissível apenas no Brasil, pais do jeitinho para tudo. E por favor, não me venham agora com a conversa de que estes grileiros camaradas são os responsaveis pela preservacao dos locais. Sobre as mansões e casas construidas nas encostas verdes, em flagrante desrespeito a legislacao, deveriam ser sumariamente demolidas. São um retrato vivo do nosso espírito corrupto, da nossa leniência e do nossa promíscua convivência com a impunidade. Brasil, pais onde o camaraozino frito e a cervejinha gelada compram consciências.

    ResponderExcluir