segunda-feira, 9 de abril de 2012

Os últimos momentos do MAR SEM FIM...

 

Os imprescindíveis chilenos – 8/4/2012

 Por João Lara Mesquita

5/4/2012

A partir das 11h40.

O navio Almirante Maximiano chegou em Fields às 12 horas para nos ajudar. O vento zunia a mais de 45, 50 nós. O navio brasileiro ficou ao largo, bem próximo da baía Fields, esperando o desenrolar dos acontecimentos.

Acabou sendo seriamente ameaçado pelo gelo. O vento fortíssimo fazia com que enormes blocos ameaçassem encurralar o navio. O Comandante Pinto Homem, em uma ação correta para salvar seu barco e tripulação, entrou em contato, via rádio, para informar que sairia em busca de abrigo ou seria preso irremediavelmente. Navegaram para a baía Potter onde fica a base argentina Carlini.

Enquanto isto, na base Fields, junto aos eficientes marinheiros chilenos, comandados pelo Capitão de Fragata Eduardo Rubilar Mancilla, nós aguardávamos a entrada do vendaval, torcendo para o Mar Sem Fim permanecer ancorado. O vento aumentava minuto a minuto. Eu e Plínio fomos convidados pelo comandante, acompanhado por seu segundo, Felipe Fuentes Lopez, para um uísque em sua sala privada.

Leia mais clicando AQUI.

Colaboração: Fernando Sheldon Jr


Nenhum comentário:

Postar um comentário