domingo, 8 de abril de 2012

Mar Sem Fim de João Lara Mesquita, Naufraga na Antártida


Embarcação brasileira naufraga na Antártida, sem vítimas. O barco, que pertence ao jornalista João Lara Mesquita, foi pressionado por blocos de gelo e acabou naufragando.


Fonte:  Estadão.com.br
A embarcação de bandeira brasileira "Mar Sem Fim" naufragou neste sábado, 7, na Baía Maxwel, Enseada Ardley, em frente à Base Chilena "Presidente Eduardo Frei Montalva", na Antártida.

Segundo nota da Marinha brasileira, antes do naufrágio os quatro tripulantes do barco, entre eles Lara Mesquita, ex-diretor da Rádio Eldorado, tinham sido resgatados e levados para a base chilena. O naufrágio aconteceu, segundo a nota, pela compressão sofrida pelo acúmulo de gelo ao redor do iate.

O site chileno radiopolar.com informou que os quatro tripulantes foram resgatados na quarta-feira. No dia seguinte, Lara Mesquita publicou em seu blog Mar Sem Fim: "A temperatura desceu para menos 9 graus centígrados. O furacão deve entrar esta noite ou madrugada. São esperados 80 nós de vento (cerca de 150 km por hora). A temperatura deve cair para menos 14ºC. Nunca torci tanto para uma previsão estar errada. Este será o dia decisivo para o Mar Sem Fim." Ao site, o jornalista informou que estava fazendo um documentário sobre a Antártida.

A embarcação, avaliada em US$ 700 mil estava segurada. Os quatro tribuplantes desembaracaram hoje às 21h em Punta Arena, no Chile.
Colaboração: VELEIROSEVENTOS [veleiroseventos@ig.com.br]

4 comentários:

  1. Rogerio de Paula (Veleiro Gameio)8 de abril de 2012 01:16

    Essa e uma notícia péssima!
    BV - Rogério - Gameio
    Ilha Bela - Base Mirella
    www.veleirogameio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Rogerio,

    So nao foi pessima total porque todos se salvaram, mas sera que o Mar Sem Fim tinha seguro total?
    Afinal, grande e caro como ele deveria ter, mesmo, e assim minimiza o prejuizo financeiro.

    Abs,
    Hill

    ResponderExcluir
  3. Ok. Hill e Rogerio, o João Lara Mesquita, não tem dado muita sorte com seu finado Iate, ano passado passaram maus bocados com a quebra do sistema de engrenagens em meio a travessia do Cabo Horn até a Antartica, a Marinha Chilena, muito atuante na região, foi a responsável por livra-los desta tambem.

    um abraço,

    Claudio L. Renaud
    Veleiro BLU II

    ResponderExcluir
  4. Claudio
    O João, realmente não teve sorte com este barco. Já na primeira viagem ao Sul, com o barco recém comprado e após uma revisão em Guarujá, encalhou feio chegando em Florianópolis. Com avarias, teve que subir o barco em Itajaí para reparos e postergar a ida para Ushuaia em um ano. Depois disto, já houveram outros problemas inclusive este que voce relatou e agora mais este que parece ser definitivo.
    Raymond

    ResponderExcluir