sexta-feira, 15 de abril de 2011

Velejando no Guapo... Que parceria!

O Guapo na barra do Canal São Gonçalo em Pelotas.

Dizem que a vida é muito triste e difícil pra quem anda sozinho por aí. Acho que é verdade. Não nascemos para sermos ilhas isoladas, e nem somos tão auto-suficientes para não precisarmos de companhia. É bom demais ter alguém para dividir uma alegria, uma tristeza, uma boa velejada, uma cerveja gelada, ou simplesmente um final de tarde... De um dia qualquer na varanda do clube. E aí vem uma palavra que esta  na moda… “Parceria”. No fim de semana passado, tive uma experiência muito boa com uns "Parcerias". O comandante do Guapo (Van de Stadt de uns quase 30'), Luis Fernando Aires, convidou a mim e a um amigo comum, José Carlos Maio, pra trazer o Guapo de Pelotas à Porto Alegre. Foi uma velejada muito especial. Vento a favor e sol durante o dia. Noite estrelada e bons fundeios durante a noite. Na barra do Canal São Gonçalo em Pelotas, o parceria "Modesto" Maio¹ nos presenteou com uma moqueca de bagre. Na ilha Marechal Deodoro, o comandante Luis Fernando "Hiperativo"² Aires, levou o (vão onde está) tauíra³ Guapo até a praia onde preparamos o café da manhã. Massa com molho de Camarão, Picanha no forno, Carreteiro do "Modesto" Maio fundeados na praia do Sítio, e muito, muito vinho foram alguns dos mimos oferecidos no Guapo durante a travessia. Domingo, com um por do sol daqueles que só no Rio Guaíba se vê, chegávamos ao Iate Clube Guaíba em Porto Alegre. Pra encerrar, os "Parcerias" sorveram aquela merecida cerveja gelada na varanda do clube. Que "Parceria"!

¹Ele se acha uma mistura de Brad Pit com Carlinhos de Jesus.
²O comandante sofre de bicho carpinteiro, não tem parada.
³Van de Stadt que vive se enterrando na areia.

Este modesto escriba e o parceria "Modesto" Maio.

"Modesto"Maio (E) e o comandante "Hiperativo" Aires (D) limpando camarões.

"Modesto" Maio (E) e o comandante "Hiperativo" Aires (D).

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Veleiro Entre Pólos o "papa-milhas"

Veleiro Entre Pólos em manutenção no Iate Clube Guaíba / Porto Alegre - RS.

Já andei escrevendo aqui, sobre o Veleiro Entre Pólos e seu competente comandante, o amigo Ademir "Gigante" de Miranda. O "papa-milhas" Entre Pólos, não existe sem o Gigante, e ele, o Gigante, não consigo separar nem em pensamento do Entre Pólos. Resumindo, não imagino a existência de um, sem o outro. O Entre Pólos começou a ser construído em Outubro de 2002, e a dupla, criador e criatura, começou a papar milhas em Outubro de 2004. De lá pra cá, foram trinta e cinco mil milhas navegadas, e destas tive o privilégio de estar com eles em umas 2800 milhas. Gigante nestes últimos dias, se dedica em dar manutenção e a fiscalizar os serviços de terceiros em seu companheiro de aventuras. Tudo isso, com o propósito de continuar a papar mais milhas, milhares delas.

Postagens relacionadas AQUI e AQUI.  Mais sobre o Veleiro Entre Pólos, clique e visite o blog  www.veleiroentrepolos.blogspot.com

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Embarcações no Saco do Céu, Ilha Grande - RJ.

Embarcações no Saco do Céu, Ilha Grande - Angra dos Reis, RJ. Clique nas imagens para ampliar.

Baixa-mar no Saco do Céu, horas mais tarde e com a maré alta, esta mesma embarcação flutuava segura em seu ferro.

Pier principal do Saco do Ceú na baixa-mar.

Esta lancha no momento da foto era rebocada pela canoa à frente. O curioso é que toda a família participou do socorro a bordo da pequena canoa.

Embarcação nas proximidades da Praia Galo Pequeno, Saco do Céu - Ilha Grande, RJ.

sábado, 2 de abril de 2011

Onde comer no Saco do Céu

Que o Saco do Céu na Ilha Grande (23°06,690'S / 044°11,900'W) é um ótimo lugar pra comer, pernoitar e ver estrelas quase todo mundo já sabe... Pois bem, semana passada, eu mais a "Almiranta" resolvemos passar mais uns dias na Ilha Grande. O Planeta Água como de costume, não demorou a apoitar no Saco do Céu. Mergulhos e longas caminhadas, eram logo compensados com boa comida e bebida, ingredientes que não faltam por aqui. O Saco do Céu, é atualmente o centro gastronômico da Ilha Grande, seus restaurantes de frutos do mar se diferem pela característica particular de seus proprietários. Eles mantêm um padrão de atendimento e qualidade, somado às delícias dos pratos, que justificam as milhas navegadas. É aqui, que estão alguns dos melhores restaurantes da ilha, como os que listamos pra você aí embaixo. Clique nas imagens para ampliar.

Almirantado (23°06,610'S / 044°12,700'W)

O Almirantado é um lugar bem movimentado, muito frequentado por jovens. São três ambientes diferentes. O cardápio é variado, mas é claro que os peixes e frutos do mar são a boa pedida. O restaurante tem uma fazenda marinha para a criação de robalos e bijupirás, pode-se ficar na parte interna, que lembra um boteco genuinamente carioca ou tomar uma cervejinha nas mesinhas ao lado da piscina, na área externa. Nos fundos, há uma aconchegante pizzaria equipada com forno a lenha. Fone (24) 8255-6651 VHF Canal 16 Contato: marvell_sacodoceu@oi.com.br  Mais sobre o Almirantado AQUI.

Coqueiro Verde Restaurante & Suítes (23°06,550'S / 044°12,880W)

O Coqueiro Verde (nosso preferido), é um restaurante, mas tem até pousada. O local é tranquilo, aconchegante e descontraído. Tem a cara do Saco do Céu. As mesas ficam espalhadas por um gramado e rodeadas por um belo e bem cuidado jardim. Os clientes podem aproveitar uma piscina com fundo de pedras e uma ducha natural, enquanto as crianças se divertem no playground. Quanto a comida, o grande destaque do cardápio é a suculenta moqueca mista, acompanhada por arroz e pirão. Mas o camarão ao catupiri e o macarrão de frutos do mar também são imperdíveis. Para a sobremesa, a dica do casal Marcia e Damásio, os simpáticos proprietários, é o sorvete de baunilha com doce de banana. O Coqueiro Verde é um dos poucos restaurantes que ficam abertos o ano inteiro, na Ilha Grande (e não só no verão), além de funcionar também à noite e oferecer um flutuante que fica na frente do restaurante. Mais ainda: oferece poitas para atracação e uma para abastecimento de água, cais de desembarque e botes de apoio, uma boutique e até uma pousada. O Coqueiro Verde, atende a bordo pelo Canal 16 VHF - Fones (24) 3361-4394 e (24) 3361-4450 Mais AQUI.

A Gata Russa Pousada e Restaurante

Gata Russa Pousada e Restaurante, preza pela simplicidade e aconchego. Localizado à esquerda do cais de desembarque do Saco do Céu, tem uma bela vista de toda a enseada, que pode ser apreciada das mesinhas colocadas estrategicamente na frente da varanda. Atende só a noite e o cardápio é basicamente de frutos do mar, destaque para as sobremesas com doces caseiros e o café colonial. Fone (24) 3361-4131 e VHF Canal 16 - Mais sobre a Gata Russa AQUI.

Refúgio das Caravelas (23°06,234'S / 044°12,525W)

O Refúgio das Caravelas, foi fundado em 21 de dezembro de 2004. Dentro do parque estadual da Ilha Grande, faz parte da paisagem do calmo e histórico Saco do Céu, que no tempo do descobrimento era utilizado para o refúgio das caravelas de piratas que saqueavam a toda a baía da Ilha Grande, daí o nome do restaurante. Ótimo abrigo dos ventos intempestivos, e local abençoado pelos deuses para passeios inesquecíveis. Tem como chef, o experiente cozinheiro Cadiquinho, ex-chef de cozinha do antigo e renomado restaurante Alvorada da Ilha. Conta desde o inicio com um cardápio de frutos do mar variados, incluindo elogiadíssimas paellas, moquecas, peixe na folha da bananeira ou no sal grosso, que são as especialidades da casa. Destaque também, para as entradas mais pedidas que são as casquinhas de siri, lula à dore e isca de peixe (sempre sequinhas e crocantes), com todo o segredinho da comida caseira e da cozinha caiçara. O  lugar rústico e aconchegante fica quase a beira mar, do lado direito de quem se dirigi ao fundo do saco. Tem poitas e atende a bordo pelo Canal 16 VHF - Fones (24) 9983-6948 (24) 9991-7601 (24) 9965-5411 Mais sobre o Refúgio das Caravelas AQUI e AQUI.


Restaurante Reis e Magos (23°06,280'S / 044°12,310'W)

No Reis e Magos, tem de tudo: boa comida, música e um visual incrível. A decoração original, as mesas bem arrumadas e uma rica carta de vinhos dão ao restaurante Reis e Magos um clima todo especial, especialmente para casais enamorados. Tem até um cantinho reservado para massagens (apenas pela manhã) e shows de música instrumental ao vivo, à tardinha. No cardápio, destaque para a paella e a moqueca de frutos do mar. O local, funciona normalmente durante o dia, mas à noite, só com reservas. Do restaurante, é possível fazer uma caminhada curta até o alto da Pedra do Amor, de onde se tem uma bela vista do Saco do Céu. O Reis e Magos,  fica na entrada do Saco do Céu à direita. Reservas VHF Canal 16 ou fone (24) 9819-1349 - E-mail: reisemagos@gmail.com

Imagem de satélite com a localização dos restaurantes CLIQUE AQUI ou role a página para baixo.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Imagem de satélite com os restaurantes do Saco do Céu.

Na postagem: Onde comer no Saco do Céu, faltou o "Mapa da Mina"... Bom apetite !

Clique na imagem para ampliar e melhor visualizar.
Coordenadas em terra dos restaurantes:
Almirantado 23°06'40.43"S / 044°12'50.62"W
Coqueiro Verde 23°06'35.86"S / 044°12'59.50"W
Gata Russa 23°06'31.73"S / 044°13'04.96"W
Refúgio das Caravelas 23°06'11.36"S / 044°12'50.11"W
Reis e Magos 23°06'23.13"S / 044°12'00.48"W