sábado, 31 de julho de 2010

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - VIII

Vitória a pensadora...

"Alguns devem estar me perguntando, se não tenho saudade de tudo, tenho sim, saudades da minha cidade, da escola, dos meus amigos, de morar em "terra" e da minha rotina, mas não existe experiência mais rica do que esta; A cada dia que passa conheço novas pessoas, novos costumes, novos lugares, praias, clubes. Hoje estamos em Vitória, já passamos pela cidade do Rio de Janeiro e por Búzios, foram dois lugares maravilhosos, com experiências únicas e encantadoras. O Rio com suas belas paisagens, o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, os cariocas sempre super hospitaleiros, e aquele sotaque gostoso de ouvir então, foi muito boa a nossa passada pela "cidade maravilhosa", e Búzios uma cidade calma, com vistas deslumbrantes, praias de águas cristalinas e corais coloridos, o pessoal do Iate Clube Armação de Búzios foram muito simpático, carinhosos e receptivos com nossa "tropa" de 58 barcos, ficamos por lá em torno de 5 dias e acabou virando a nossa "casa" de tão bem recebidos que fomos. Até agora o Cruzeiro Internacional Costa Leste superou minha expectativas e esta sendo uma experiência grandiosa e maravilhosa. "

Vitória Rech Maciel

Jonas e Vinícius em Búzios

A viagem esta sendo demais, até agora todos os lugares foram muito bonitos. Rio de Janeiro não há palavras que o descreva, só quem conhece sabe realmente o que é! Em Búzios visitei "todas" as praias pela segunda vez (é muito lindo), mais foi na praia Brava que ficamos satisfeitos, pois foi o primeiro lugar que conseguimos dar um surf legal. Agora chegamos em Vitória, foi uma viagem muito tranquila, vimos muitas baleias e golfinhos. Até agora é isso , e se me perguntarem o que mais me marcou nessa viagem... foi aprender a "mijar" sentado (vocês não sabem como foi difícil no início!) !!!

Jonas Pereira de Lima

''Férias de inverno, como dizem no sul, mas, que inverno? Praia, calor, surf...Trocar o frio de Porto Alegre pelo calor de Rio de Janeiro e Espírito Santo pra mim é a melhor coisa. Conhecer novos amigos, novos lugares ter experiências novas, as vezes boas, as vezes ruins (como marear) essa viagem para mim foi umas das melhores que já tive e, de novo, com o Planeta Água.

Vinícius Szabo

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - VII

Do diário da "Almiranta".

22.07.10 - Conforme Fernando relatou, chegamos em Búzios às 11:00h da manhã, quando saí da "caverna" (camarote da popa), levei um susto, a "casinha" estava toda molhada e fora de ordem. Primeiro tratei de alimentar a tripulação... Preparei um café reforçado. Poucos minutos depois, embora todos estivessem absolutamente cansados e com sono, fizemos um mutirão de limpeza, distribuimos as tarefas, e logo estava tudo seco e em ordem novamente. Chegamos com tempo bom, ensolarado, mas com mar alto e muito vento, este último, contribuiu para secar tudo que estava molhado. Os meninos e a Vitória jogaram-se na água e se divertiram por muito tempo. Mais tarde, foram até a Praia Brava para surfar, menos a Vitória que estava com um pouco de dor de garganta, acabou ficando pela área do clube e reencontrou o Jonas e a Carol do veleiro Travessura (amigos de outros cruzeiros). Todos se recolheram cedo, jogamos canastra, demos boas risadas e fomos dormir.

Flotilha do CICL 2010 em Búzios, RJ.

23.07.10 - Hoje está prevista a saída do restante da Flotilha do CICL do Iate Clube do Rio de Janeiro, por volta de 15:00h da tarde. Continua aquele ventinho, que na sombra é frio, mas no sol fica gostoso. Fernando, foi até a varanda do clube para atualizar o Blog juntamente com o Ladislau, e a "turminha" foi para água mergulhar, o Jonas foi garimpar objetos no fundo do mar, e quando subiu trouxe uma âncora de bote (aquelas que se fecham), me mostrando e perguntando se o que encontramos no fundo do mar pode ser nosso? "respondi que sim, achado não é roubado". Mergulhou novamente e subiu com uma estrela do mar na mão, aí eu disse, essa não, essa tem que voltar para o mar, fotografamos e ele levou-a exatamente para o mesmo lugar de onde tirou. Mais tarde eu e o Fernando fomos ao mercado, que nos rendeu uma bela caminhada ida e volta. Achamos interessante que eles fazem entrega de bicicleta, e olha que as nossas compras não eram poucas , as compras acabaram chegando antes da gente. Aprecio pessoas que não encontram dificuldades para trabalhar, acham jeito para tudo, e como já mencionei em outros relatos, parecem estar tranquilas e satisfeitas com o que possuem, morando num paraíso como Búzios e tantos outros que já conhecemos. Búzios é linda, comentei com o Fernando, cada lugar novo que conhecemos, sempre lembra um pouquinho outro já conhecido, por exemplo, aqui parte me lembra Ilha Bela, outra Fernando de Noronha, Garopaba, São Francisco do Sul e assim vamos revivendo boas lembranças. À noite, teve início a festa em comemoração aos 270 anos da aparição da imagem de Sant'Ana, (padroeira da cidade), a festa tem uma programação variada e os eventos se sucedem diariamente, tudo termina no dia 26 de julho (dia da padroeira), feriado Municipal. Neste dia, está programado uma grande queima de fogos de artifícios. Esta festa, lembrou nossa quermesse em Garopaba, com diversas barraquinhas de lanches, doces e apresentações. Hoje, não estávamos na pilha de ir (como dizem os adolescentes), deixamos para prestigiar amanhã, temos uma simpatia muito grande por este tipo de evento, nos encanta ver os costumes locais e as tradições.

Igreja de Sant'Ana, Búzios - RJ.

24.07.10 - Quando Fernando acordou por volta de 5:00h da manhã, já avistou vários veleiros fundeados, que mais tarde nos disseram, haviam chegado por volta de 4:00h. Fizeram uma viagem tranquila com vento de popa... E mar bem mais baixo do que nós pegamos. Com a chegada de todos, não fica difícil de adivinhar o que fizemos mais tarde... O animado encontro de sempre, para conversar, dar boas risadas, beber só um pouquinho... E comer churrasco, oferecido pelo ICAB. Nossos parabéns ao comodoro Alain e seus colaboradores, em especial agradecemos ao Almir, ao Johny e aos irmãos Pierre e Felipe, todos não mediram esforços para nos atender com a maior boa vontade e simpatia. Tarefa nada fácil, quando se trata de um grupo numeroso como o nosso (algo perto de 200 pessoas), tem que se ter muito boa vontade. À noite, a meninada foi para o centro e nós fomos dar uma espiada na festa, e fomos presenteados com cenas incríveis que renderam boas fotos. Ficamos um pouco, fizemos alguns registros e fomos também até centro. A famosa Rua Das Pedras, é ainda mais bonita e charmosa à noite, muitas luzes, bares, restaurantes com música ao vivo, ambientes para todos os gostos, muita variedade e bom gosto.

Churrasco oferecido pelo ICAB à flotilha do CICL 2010.

Vitória, Vinícius e Jonas no "Bugão".

25.07.10 - Fernando nomeou o Ladislau seu "sub-comandante imediato", para participar da reunião que aconteceria às 10:00h na varanda do clube que trataria da previsão para nossa saída para Vitória - ES. Cargo devidamente passado, resolvemos fazer um tour , alugamos um Buggy, e lá fomos nós descobrir as outras belezas, ou o que é chamado de atrativo número 1 de Búzios, "as praias", são mais de 20, cada uma com sua característica própria, a maioria pode ser visitada de carro, ou se preferir, há disponibilidade de passeios turísticos programados via terrestre ou mar. Abaixo nomeio e descrevo algumas delas na ordem em que visitamos:

Praia Brava, como o próprio nome sugere, a praia tem fortes ondas o ano inteiro, muito frequentada por surfistas, rodeada de muito verde e paredões de pedra, fundo rochoso, pouco frequentada por banhistas, favorável para pesca de linha, conta com uma enorme infra estrutura e conforto, oferecido pelo Brava Club aberto ao público, visitamos o mirante próximo à Pousada Ponta do Céu.

Praia de João Fernandes, águas tranquilas, dizem que é uma das mais concorridas pelos turistas estrangeiros, possui um conjunto de pousadas e hotéis de nível internacional, é nomeada a praia do agito com movimentação o ano inteiro, possui bares e restaurantes.

João Fernandinho, pequena praia de águas cristalinas e de grande beleza, possui serviço simples de bar.

Praia do Forno, areia avermelhada, águas mornas devido às correntes quentes de verão, daí o nome da praia. Contornada por arenito (pedras vulcânicas), que favorece a formação de cavernas e piscinas naturais, excelente para mergulho, nos lembrou a Baía dos Porcos em Fernando de Noronha, fotografamos algo que, no mínimo podemos chamar de interessante, tamanha a grandeza da natureza, um sanduíche de mármore entre as pedras (acho que de arenito), de todas que visitamos até o momento, na minha opinião a mais bela, águas transparentes e calmas, possuí serviço de bar.

Praia da Ferradura, devido a sua geografia, enseada em forma de ferradura, origem do nome da praia, águas calmas, mas fria, inúmeros bares junto a praia, maior concentração de residências luxuosas, oferece o que há de mais moderno em esportes e lazer aquáticos, bastante movimentada, uma muvuca.

Praia da Ferradurinha, eleita por mim a número 1, encantadora, charmosa, águas claras, areias finas, possui serviço de bar, pequena, mas também de grande beleza, como a do Forno, ficamos um tempo por ali, petiscamos e bebemos.

Praia de Geribá, mar aberto, propício para a pratica de surf, wind surf e outros esportes, muito movimentada e frequentada pelo povo local. Iniciamos o caminho de volta, acabamos indo até Manguinhos e Rasa ao meu ver uma praia só... Extensa enseada propícia para a prática de Kite e Windsurf.

26.07.10 - Em reunião dos comandantes de flotilha hoje pela manhã, ficou decidido que o CICL 2010 parte amanhã às 15:00h de Búzios, RJ. para Vitória, ES.

domingo, 25 de julho de 2010

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - VI

Imagens de Búzios, RJ. Brasil - Clique nas imagens para ampliar.

Praia de Manguinhos

Vinícius e Jonas "boyboards"

Festa na Igreja de Sant'Ana

Búzios esbanja charme e bom gosto a noite

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - V

Imagens de Búzios, RJ. Brasil - Clique nas imagens para ampliar.

Praia da Ferradura

Tripulação explorando Búzios
Praia da Ferradurinha
Praia de Geribá

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - IV

Imagens de Búzios, RJ. Brasil - Clique nas imagens para ampliar.

Praia de João Fernandinho

Praia do Forno

Acesso por mar a Praia da Ferradura

"Muvuca" na Praia da Ferradura

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - III

Imagens de Búzios, RJ. Brasil - Clique nas imagens para ampliar.

Praia Brava

Praia Brava

Praia Brava

Praia de João Fernandes

sábado, 24 de julho de 2010

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - II

Imagens de Búzios, RJ. - Brasil - Clique sobre as imagens para ampliar.

Marta, Fernando, Vitória e Jonas - ICAB

Iate Clube Armação de Búzios - ICAB

Praia da Armação

ICAB ao fundo a Ilha Feia

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010 - I

Do diário da "Almiranta".

CRUZEIRO INTERNACIONAL DA COSTA LESTE 2010

14.07.10 - Fernando e Ladislau saíram de Porto Alegre rumo ao Bracuhy para levar o Planeta Água para o ICRJ, pernoitaram no Saco do Céu, chegando no dia seguinte ao Rio, onde já se encontravam praticamente todos os barcos da flotilha do CICL 2010, mais de 60 barcos participaram do cruzeiro, incluindo embarcações Argentinas que subiram com o Cruzeiro de La Amistad. Declaração do Capitão sobre o traslado do Planeta Água de Angra dos Reis ao Rio:

... "Eu e o Lalau chegamos ao Bracuhy na Quarta passada às 13:30h. Almoçamos com o Chicão e saímos rumo a Ilha Grande (Saco do Céu) às 16:00h. Muita chuva e péssima visibilidade, chegamos ao Saco do Céu por volta da 19:00h. abaixo de muita chuva e só no plotter (visibilidade de menos de 0,5 milha náutica). Ás 05:00h. da manhã de Quinta saímos para o Rio num mar do capeta... Desencontrado com ondas de 2,5 metros, batemos muito sem poder usar os panos, pois, o vento era no nariz. Chegamos ao Rio às 15:00h"...

Ladislau, Fernando e Chicão

15.07.10 - Muita chuva, alguns ajustes no barco e churrascada à noite, organizada pelo Zanellinha (Guga Buy) e Weber (Acauã), ... "resolvemos dar um oi para eles lá na churrasqueira e fomos fisgados para ajudar à assar..." , relataram Fernando e Ladislau.

16.07.10 - Eu, Vitória e Jonas (o mais novo tripulante do Planeta Água), chegamos ao Rio abaixo de chuva, que persistiu mais um dia. Tomei conhecimento do novo cargo do Fernando, ele foi nomeado comandante da flotilha dos barcos de 34 à 39 pés. Á noite jantar oferecido pela ABVC, tinha até dançarina de frevo. Comida e bebida à vontade . Reencontramos vários amigos, entre eles, o querido Janjão, que nos agraciou com sua presença e nos fez dar boas gargalhadas, dizendo..."Eu uso uma cueca uma semana depois dou um jibe¹ nela e uso mais uma semana"... , não podia deixar de relatar isso.

17.07.10- Data prevista para largada do cruzeiro, que não aconteceu devido ao mau tempo. Assim, estamos sem data certa para largada, dependemos de melhora da condição climática. Quando a chuva deu uma trégua, fomos até o mercado para abastecer o barco de mantimentos e dar uma esticada nas pernas.

Iate Clube do Rio de Janeiro

18.07.10- Os organizadores do CICL fretaram dois ônibus de turismo, e fomos à Búzios, onde fomos recebidos com um super cocktail regado à caipirinha e bebida à vontade. O comodoro do clube fez uso da palavra dando às boas vindas aos cruzeiristas. Mais tarde fomos dar um passeio nas praias, no decorrer da caminhada, passamos por um lugar escorregadio, onde o comandante deu uma vacilada e deu um mau jeito no joelho, vindo a incomodá-lo bastante, assim mesmo, seguimos até o centrinho para conhecer e tomar um sorvete, quase tivemos uma congestão na hora de pagar, estávamos em quatro, uma média de 245gr cada um, mais uma água sem gás, pagamos um total de R$ 73,00. O tempo colaborou, foi um dia lindo de sol, retornamos ao ICRJ às 21:00hs.

19.07.10- Xô chuva, outro dia ensolarado. Após várias reuniões realizadas, ainda estávamos sem data certa para zarpar. Muitos já estavam pensando em ir direto à Vitória, pulando Búzios, pois já encontravam-se à quase uma semana no Iate Clube. À tardinha, chegou mais um jovem tripulante, o Vinícius, filho do Lasdislau que seguirá conosco até Vitória. Á noite, nos encontramos com a Magdalena e a Martina (esposa e filha do Ladislau), jantamos todos no Convés (lancheria dentro do Iate Clube), foi divertido.

Iate Clube do Rio de Janeiro

20.07.10- Outro dia excepcional, todos ansiosos para partir, estamos com três adolescentes à bordo, sedentos por aventuras e atividades. Resolvemos contratar um taxista para levá-los e depois pegá-los na praia do Arpoador para surfar, ficaram bem felizes, e nós também. Hoje às 15:00h haverá mais uma reunião para marcar nossa saída.

21.07.10- Ontem o comodoro do cruzeiro e organizadores, resolveram que vamos sair somente na sexta feira à tarde, segundo eles a condição estaria mais favorável para zarpar. A maioria já estava aborrecida de estar ainda no Rio, sendo que a largada estava prevista para o dia 17 e já era 2o. Ainda na reunião de ontem, meia dúzia de barcos decidiram que sairiam, o que de fato ocorreu, saíram por volta de 9:30h da noite anterior, chegando hoje, por volta de 15:30 horas em Búzios. Às 10h, houve mais uma reunião, e realmente a decisão permanecia a mesma de irem somente na sexta feira. Então Fernando chamou o comodoro Sr. Aranha (Passargádas) e pediu gentilmente permissão para zarparmos. Foi num instante que organizamos as coisas dentro do barco, repusemos suprimentos e tomamos banho todos. Nossa saída estava marcada para às 15:00h.

Jonas, Marta e Vitória na rua das Pedras em Búzios

Diante da posição do Fernando, alguns comandantes de outros veleiros também decidiram partir conosco, viemos entre 9 veleiros: Nós PlanetaÁgua, Riacho Doce, New Port, Carino, Equador, Vagabundo, Amigo, Arandú e Zíngaro. Saímos às 15:20h até que aguardássemos todos sair. Fiquei um pouco no cockpit com todos e logo entrei para a caverna (nosso camarote), tinha muita gente para ajudar e como minha área é coordenar a organização do barco e a cozinha, resolvi não atrapalhar e me deitar. Não vi nada do que se passou lá fora, mas sei dizer que dentro dei alguns pulos da cama , chacoalhei muito e até banho levei, tamanha eram as ondas. Bom... mas quem relata isso bem melhor é o próprio comandante e o Ladislau, que dizem o seguinte:

... "Saindo da barra da baía da Guanabara o mar estava grande, logo após as ilhas do Pai e da Mãe, a condição melhorou um pouco. Fomos fazendo chamadas do pessoal de 03 em 03 horas e todos estavam bem. Vento E de 11 à 19 nós, navegamos com a mestra no primeiro rizo e calçados no motor, a velocidade não passou dos 05 nós. Na chegada ao "Boqueirão" antes do focinho do Cabo, o vento apertou chegando a 27 nós, baixamos a mestra, o New Port e o Carino seguiram nossa manobra. Passamos pelo "Boqueirão" junto com o New Port e o Carino, e em seguida passei um rádio para o restante da flotilha não entrar e sim contornar a ilha do Cabo Frio, pois, a condição era muito ruim. O vento continuava apertando agora NE e as ondas crescendo. Embarcamos umas três ondas, a bagunça foi grande... Molhados e cansados chegamos a Búzios às 11:00h do dia 22"...

¹Jibe - Manobra da vela que consiste em passar a popa do barco pelo vento, mudando de direção, no caso, inverter ou mudar de lado.

domingo, 11 de julho de 2010

Pode seguir a gente, ainda não estamos perdidos!

Preste atenção na camiseta do capitão...

Campanha - Pode seguir a gente, "ainda" não estamos perdidos! Receba notícias de nossa aventura no Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010, sendo um seguidor do Veleiro Planeta Água.

Para seguir o Planeta Água basta clicar AQUI.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Contagem regressiva para o Costa Leste 2010.

Achamos que o Planeta Água estava pronto... Ledo engano!

Pense em uma longa lista, nela esta tudo ou... Quase tudo, que precisa ser checado, reparado, trocado, estocado, provisionado, comprado, não necessariamente nesta ordem. Uma lista, que quando você risca o que seria o último item... Tcharam! Como num passe de mágica, aparecem mais uma dúzia... Putz, a coisa não tem fim !

Contratamos mão de obra especializada para: revisão geral de convés, estaiamento, velas, elétrica, enfim, foi dada uma geral no Delta 36'. Mês passado, achamos que o Planeta Água estava pronto para o Costa Leste... Ledo engano!

As obras no Planeta Água visando o Costa Leste começaram a mais de um ano.

Participamos em Junho passado do I Mini Cruzeiro Costa Verde ABVC, pra nós foi uma espécie de aquecimento para o Costa Leste 2010. Depois de uma semana, retornamos para casa felizes e satisfeitos com a semana maravilhosa que passamos. Antes porém, combinamos uma revisão mecânica... Troca de óleo, filtros, rotor da bomba d'água, checagem do alternador... Eu disse que a lista não tem fim!

Muito bem! Passada uma semana, o mecânico ligou - "Comandante, tem água no óleo da rabeta, temos que trocar os retentores, e pra isso, vamos ter que erguer o barco..." - Putz! O caixa de bordo foi a falência antes mesmo de iniciar o Costa Leste - Pensei eu!

Meus amigos, que função... No Bracuhy, nenhum barco sobe até as coisas ficarem mais claras... Foi em Paraty que subimos o Planeta. Tomei uma facada! Mas, fazer o quê ? Supõe-se que, quem tem barco, pode mante-lo.

O valente Yanmar 40HP do Planeta Água.

Passado o "cagaço", mas ainda em estado de choque, tenho a impressão que as coisas estão indo pro lugar. Ainda faltam algumas coisinhas, mas a lista não tem fim mesmo! - Dou de ombros, pra ver no que dá.

A hora ta chegando, dia 14, semana que vem, eu e o Ladislau embarcamos. Dia 16, chegam a "Almiranta" Marta, Vitória e o Jonas o mais novo tripula do Planeta Água.

Trocando a capa do grande e a capotaria no Bracuhy.

Fica aqui o convite, acompanhem nossa aventura do Rio de Janeiro a Fernando de Noronha. Vamos manter as fotos e noticias atualizadas, vocês também podem clicar no "spot" ... Tá aí na barra lateral quase no topo, nele vocês vão saber exatamente onde estamos através do sistema de visualização Google Maps. Desde já agradecemos a todos vocês, pelo carinho e também pelos comentários.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

I Mini Cruzeiro Costa Verde - ABVC

I Mini Cruzeiro Costa Verde/ABVC - Junho/2010
Baía da Ilha Grande e Baía de Sepetiba - RJ.
Do Diário da Almiranta

Almirantas reunidas no churrasco da Praia do Pouso, Ilha Grande.
06.06.2010 - Estávamos viajando desde às 04:00h da manhã, chegamos ao Bracuhy por volta das 15:00h e o barco estava do jeitinho que sempre desejamos, prontinho para sair, soltamos as amarras às 15:20h rumo ao Saco do Céu para encontrar à flotilha do Mini Cruzeiro que já estava por lá. Saco do Céu, 17:30h como esperado a flotilha estava toda ali, muitos amigos do 2° Cruzeiro Costa Sul, para nossa alegria havia uma única poita disponível, parece que estava nos esperando. Devidamente instalados e absolutamente cansados, pedimos um jantar à bordo para o Coqueiro Verde e fomos descansar. Ah! importante lembrar, estávamos em aproximadamente 22 veleiros, e tivemos uma noite de sono incrivelmente tranquila, desmistificando que o Saco do Céu seria um lugar de badalação, como foi mencionado em debate no nosso blog sobre Poluição Sonora. Foi de extrema valia para nós, reafirmar a imagem que havíamos construído do Saco do Céu, lugar onde a natureza interveio para dar uma folga aos exaustos seres humanos. Por um momento em meio aquele debate, cheguei a pensar que as várias vezes em que estivemos lá, e os momentos maravilhosos que passamos, não foram reais. Mas... cheguei a conclusão que esta noite barulhenta é que para nós foi uma mera excessão.
07.06.10 - Tomamos um chimarrão no novo Guga Buy, na companhia do Zanela, Zanelinha e Ícaro. Às 11:30h, seguimos com a flotilha para Palmas, chegamos às 13:00hs e logo os "Meninos" foram atrás do melhor lugar para fazer o "primeiro" churrasco... Depois de muita dificuldade, enfim, encontraram uma alma que os ajudou a montar a função toda na praia, mas o churrasco só poderia ser feito após às 17:00hs. Neste interim, resolvemos fazer novamente a trilha para Lopes Mendes ( lembram .. aquela praia que levei um caldo), só que desta vez, fomos até o final da praia no canto esquerdo, ao contrário do cenário costumeiramente deslumbrante, ficamos surpresos com a sujeira e quantidade de lixo acumulado que vem do mar. Entre outras coisas, encontramos vários galões plásticos, tênis, potes de margarina, caixa de isopor, televisão e até uma tartaruga, que o Capitão devolveu para seu habitat. Pegamos o caminho de volta e resolvemos fotografar uma igrejinha no meio do nada, e descobrimos que atrás dela passa uma estrada que curiosamente tinha marcas recentes de pneus de carro. Perguntamos a um garoto que estava passando de bicicleta, onde levava aquela estrada, e o mesmo nos disse que levaria para Praia do Pouso, de onde havíamos partido. Lá fomos nós desbravar uma nova trilha, já eram mais de 16:00h e fiquei preocupada com o anoitecer, principalmente por não conhecermos o novo caminho, e pior, no decorrer do percurso encontramos várias placas alertando: "Cuidado! Presença de Jacarés". Bom... Graças à Deus, como sempre, deu tudo certo e não encontramos nenhum Jacaré. Ainda na trilha, podíamos ouvir vozes e risos, era o pessoal já reunido na praia para o churrasco. Os assadores foram o Ícaro e o Zanelinha, teve de tudo, salsichão, carne de gado, queijinho, costelinha de porco e até frango que acabaram nem levando ao fogo, cerveja, cachaça e vinho, o último me deixou meio alegrinha.

Parte de turma na Praia da Estopa, Ilha de Jaguanum, Baía de Sepetiba.
08.06.10 - Saímos às 10:00h para a Ilha de Jaguanum na Baía de Sepetiba. Na Ilha de Jaguanum, desembarcamos na praia do Araça, onde existe uma mega estrutura, só que tudo fechado, pois fomos informados que atualmente só recebem transatlânticos da CVC Turismo. Então o pessoal decidiu seguir adiante, até o próximo cantinho que é a praia da Estopa. Os agitadores foram em busca de um local para fazermos uma janta com o tal do frango que não foi para grelha na noite anterior. Alugaram uma casa espetacular com os acessórios básicos de cozinha. No comando, Dona Rô e suas auxiliares prepararam um "Arroz à La Tudo" ou "Arroz à Moda Cruzeiro Costa Verde", tinha galinha, linguiça, milho, ervilha, açafrão, palmito, etc... Até as atividades mais rotineiras, como cozinhar, se transformam em aventuras extraordinárias e o sentimento de alegria toma conta de todos.
09.06.10 - Depois de alguns registros fotográficos na praia da Estopa, às 10:45h, partimos liderados pelo veleiro Skat Rio para a Ilha do Martins. Navegamos em flotilha, bem próximos um dos outros, passando pelo canal de Itacuruçá e chegamos às 12:30h na ilha do Martins. Preparei uma jarra de caipirinha e fomos para o Mony nos reunir com as tripulações do Sweet e do Guga Buy. A Cris preparou um prato de bacalhau com grão de bico e eu fiz um arroz. Esses cruzeiros são exageradamente amigáveis e gastronômicos. Esse pessoal mais experiente, faz uns pratos de comer de joelho, sem falar na companhia, absolutamente agradável, todos compartilham e vivenciam da mesma euforia de viver cruzeirando, e este sentimento fica muito claro quando se encontram.
À noite, nossos guardiões gastronômicos, sempre competentes, incansáveis e com uma boa vontade imensa, descolaram mais uma vez um local para fazermos um jantar. Desta vez eles se superaram, conseguiram uma casa ainda melhor que a da noite anterior, na praia da Estopa ainda na ilha de Jaguanum. Uma estrutura incrível, inclusive com fogão industrial, mesas cadeiras, guarda-sóis e até um pier particular... Tudo isso na prainha do Funil, Ilha do Martins. Novamente Dona Rô no comando, e sua equipe (nós Almirantas), preparamos um buffet de massas com molho branco, molho de camarão e molho de aliche, muitíssimo saborosas.

Veleiro Mony do comandante Vail foi requisitado para a renião da flotilha na Praia do Leste, Ilha do Martins.
10.06.10 - Depois do café, fomos até a praia, o nome é praia do Leste, caminhamos até o outro lado onde há uma outra prainha chamada Funil, onde fica a casa em que fizemos o festival de massas. Caminhamos lentamente fotografando e curtindo o lugar, voltamos a praia do Leste num ritmo preguiçoso até que, num daqueles momentos raros e preciosos que pegam a gente de surpresa, fomos avisados que junto a um muro, havia um buraco com Araras dentro. Gente!... Um sentimento de gratidão e bem estar tomou conta de mim e não encontrei palavras para agradecer silenciosamente essas oportunidades que sei são únicas, estar diante daquela pintura exuberante da natureza, foi no mínimo intenso.
Levantamos ferro às 12:15h agora rumo à Ponta do Boi na ilha de Itacuruçá, na praia Quitiguara, paramos a contrabordo do Mony junto com o Guga Buy. Num piscar de olhos, duas churrasqueiras fumaçeavam na popa do Guga Buy... Fiz salada de batatas, salada de tomate e cebola, arroz e... Caipirinha, o Janjão me presenteou com um "Rampante" (é uma bebida feita com run e abacaxi) maravilhosa. À noite, todos foram num barzinho em terra, nós decidimos que iríamos ficar à bordo para descansar um pouco. Tivemos sorte, pois caiu uma bomba d'água.
11.06.10 -Amanheceu um dia feio e chuvoso, quando deu uma trégua, fomos até a praia. O nome é Praia da Quitiguara. De lá partimos às 12:15h rumo à enseada do Sítio Forte na ilha Grande, mais precisamente para Tapera, chegamos às 17:00h depois de uma navegada desconfortável, com mar muito mexido e vento forte pela proa. Na Tapera, já se encontravam vários veleiros, pois, no dia seguinte a Telma e o Naudi agraciariam os velejadores com um churrasco por conta do dia dos Namorados. Chegamos com fortes rajadas de vento, pegamos uma poita, e em seguida nos avisaram que a poita era de uma lancha de 20 pés e certamente não seguraria nosso barco. O Capitão então, resolveu soltar âncora para garantir.

Planeta Água, Mony e Guga Buy a contrabordo na Quitiguara, Ilha de Itacuruçá.
12.06.10 - Acordamos com um som estranho, algo roçava, esfregava... O Capitão foi checar, e descobriu que a maré havia baixado muito, ao ponto do leme do barco estar pegando num banco de areia. Sem se preocupar com o frio, ele rapidamente colocou um calção, mascara e nadadeiras, e pulou na água. De pé na popa do Planeta, com água um pouco acima da cintura, bastou um empurrão para afastar o barco do baixio. Um problema estava resolvido, feito isso, o Capitão nadou até a proa, só para ter a certeza de que o cabo da âncora havia se enrolado no da poita, outra operação, mergulhou e foi pacientemente desfazendo as varias voltas, enquanto eu o orientava do convés. Quando o Capitão voltou para bordo, preparei um café quente para nós. Tudo devidamente organizado, o Capitão foi até o Guga Buy para um chimarrão e um papo descontraído. Eu ajeitei a cozinha e dei continuidade a maravilhosa leitura do livro "A Cabana" de William Young. Próximo ao meio dia, fomos para o churrasco oferecido pela Telma e o Naudi. Não posso deixar de elogiar aqui os grandes e hábeis anfitriãos que são o casal Telma e Naudi, agradecemos a atenção e o carinho com que sempre nos recebem. Estava tudo muito bom e farto. Podemos vivenciar aqui a maravilha do relacionamento com essas pessoas.
Pegamos o caminho de volta rumo ao Bracuhy às 13:30h e chegamos às 15:15h. Começo a sentir o cheiro de casa, mesmo estando ainda, bem longe dela. Colocamos o barco no boxe da marina, conversamos e acertamos algumas coisas com o nosso marinheiro, e devagarinho iniciamos as arrumações para viagem da manhã seguinte. À noite rolou a festa de encerramento do I Mini Cruzeiro Costa Verde, foi no Bowteco... A ABVC patrocinou um jantar, muita cerveja e até um bolo para a flotilha. Houve agradecimentos, alguns fizeram o uso da palavra para manifestar seus sentimentos em relação ao Mini Cruzeiro, foi bem divertido, rimos muito, cantamos ao som do Vitor e da Suzy e mais tarde nos despedimos da turma. Quero mais uma vez agradecer à Deus, ao meu marido, a nossa filha, ao meu pai e minha mãe por terem cuidado dela, tornando possível nossa participação neste cruzeiro e, a todos os "velhos " e "novos" amigos, pela experiência e por toda a alegria que vivemos. Até a próxima velejada.
Veja todas as nossas fotos do I Mini Cruzeiro Costa Verde - ABVC clicando AQUI