quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Estamos em Garopaba, SC. - Brasil

Vitória no quintal de casa em Garopaba

Estamos em casa, de volta a Garopaba e, como já foi dito por aqui, Garopaba é a base oficial da família Planeta Água. Passamos o Natal no RS., com direito a mamãe, titia, cachorro e galinha... No dia 25 mesmo, por volta das 16:00h estacionávamos em frente ao nosso QG. Até hoje pela manhã, curtimos dias de muito sol, calor e mar clássico. A baía de Garopaba com ventos do quadrante sul, fica especialmente linda.

Dos três churrascos programados até a festa da virada incluindo aí o do reveillon, comunicamos que o primeiro já rolou... Na verdade foi um galeto, muito bem preparado pelo Nelson Rech, irmão da "Almiranta", desnecessário dizer que: tava de comer ajoelhado.

Garopaba, esta mais uma vez lotada, é muita gente bonita! Gatinhas e gatinhos, gatas e gatos, gatias e gatios e, os não menos belos, as gastinhas e os gastinhos. Tem cara metade pra todos os gostos e idades, é só ter paciência que você vai encontrar a tampa pra sua panela.

Hoje amanheceu um dia nublado, vez por outra, cai uma garoa fininha. O vento, continua do quadrante sul, pra ser mais exato SE e, o mar esta espetacularmente verde esmeralda. O surf é a boa pedida pra estes dias, fora o surf, praticamos aqui muita "nadação". Na continuação mandamos mais noticias. Já voltamos !!!

2 comentários:

  1. Jaguara do Peito,

    Adorei ler teus comentários sobre Garopaba. Tu sempre tem um espírito gaiato, bem humorado e, mesmo que não digas nada, como foi esse caso, é bom te ler. Passa uma sensação de tranquilidade, de simplicidade, que faz bem pros nelvo da cabeça, especialmente os que fazem a gente pensar na vida.

    Bom Ano Novo pra ti, pra Marta, pra Vitória, e pro Cae. Aliás, a guria ta uma baita gata. Naquela foto dela te abraçando no podium da refeno, tive que editar pra esconder a baba do véio escorrendo pelos cantos da boca. E ela tb bem faceira agarrada no véio dela. Que baita foto! Cuida dela. Da foto. E da Vitória!

    Te liguei hoje pra ir jantar no Janga com o Andreas, o Lisboa e eu, mas teu molecular é a coisa mais inoperante e inútil que conheço. Nem o do André Barth, que ta sempre sem bateria e atirado num canto da casa dele é tão merdiado quanto o teu.
    O jantar tava um colosso e rimos pra mais de metro. Aquilo lá ta virado numa subsede do Veleiros.

    Abraço,

    Danilo.

    ResponderExcluir
  2. Grande Jaguara Boss,

    Mais uma vez obrigado pelos confetes, vindo de quem realmente é do ramo, é uma baita motivação.

    Ômi, nem que quisesse muito eu ia conseguir jantar com vocês, pois, eu estava em Garopaba naquele dia.

    Sou realmente relapso com telefones, acho que foi todo este montão de anos que fui "aporrinhado" pelos ditos que me fizeram pegar nojo deles.

    Aproveito pra pedir permissão para postar a maravilhosa crônica do índio guru no blog do Planeta Água.

    Forte Abraço

    Fernando

    ResponderExcluir