segunda-feira, 22 de março de 2010

O farol de Itapuã... Dos gaúchos

Homônimo do farol baiano que já foi cantado e contado em prosa e verso, o Farol de Itapuã dos gaúchos é o marco divisor das águas do rio Guaíba e da Lagoa dos Patos. Obra de grande valor histórico, foi construído em 1860, de fundamental importância para os barcos à vela que faziam a navegação pela Lagoa dos Patos, rumo a Porto Alegre. A sua potente luz (na época) era de acetileno, um gás obtido pela ação da água sobre o carboneto de cálcio. O controle da chama era muito complicado e requeria o atendimento seguido do faroleiro. Os faroleiros naqueles tempos eram verdadeiros abnegados. Viviam, geralmente com a família, no mais completo isolamento. O farol hoje funciona automatizado e com luz elétrica; mas sua bela estrutura é um documento vivo e saudoso de uma época, quando não havia poluição, congestionamentos, violência; nem pressa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário