quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Fogos, Pirotécnicos ou Foquetes Manuais o importante é ter CUIDADO - I

O assunto surgiu esta semana no grupo da ABVC, lançado o tópico sobre os ditos fogos, foguetes ou pirotécnicos logo surgiram dezenas de e-mails de todos os cantos do Brasil. Como descartar os fogos vencidos foi o inicio da discussão. Não demorou e já se discutia também a questão qualidade, fiscalização (qual a autoridade encarregada de fiscalizar a qualidade destes produtos ?!?!?!...Seria a Marinha ?!?!?!). Entre as manifestações que li, gostei e resolvi postar a do colega Winston Guy - Ilha Sailing Ocean School de Ilhabela, SP.

Sobre o assunto Winston Guy escreve: "Se me permitem a sugestão que é baseada em um testemunho que tive no fim de semana passado, onde conversando sobre a matéria com lancheiro profissional de pesca aqui de Ilhabela no ano passado, quando venceu seus fogos e foi mostrar para conhecido, pois estavam fora de prazo e achou que poderia usá-lo resolveu disparar do quiosque em frente ao Hotel Itapemar e o foguete que saiu para cima 2 metros e logo em seguida correu na vertical em direção ao Pier do Pindá Iate Clube e caiu dentro dágua perto do Píer, passando muito perto da lancha de seu sócio na altura da lona de cobertura do bimini tope, que por sinal pega fogo rápido, assim como a fibra de vidro e o diesel da lancha.

Com o coração na mão e dando graças a Deus de não ter acontecido algo de grave, jurou nunca mais fazer quaisquer testes com fogos vencidos.

Inclusive sempre que tem pessoas que querem jogar fogos da praia em direção ao mar e a baía onde tem embarcações no Pindá, ele é o primeiro a pedir para o pessoal, apontar para outro lado.

E atenção às embarcações que ficam em Ilhabela perto do Píer da Vila e imediações em dias de Navio transatlântico das 20:00 até meia noite, Carnaval e Reveilons no mesmo local, pois o cartucho mal queimado ou ainda pegando fogo já caiu perto de minha embarcação.

Adotei o procedimento de passear a noite nestes eventos, pelo menos uns 300 metros longe do espetáculo, região onde notei que dificilmente caem projéteis desgovernados, pois normalmente os fogos de eventos são jogados para cima ou em ângulos pouco acentuados.

Sei que não é tudo o que se pode dizer sobre prevenção à fogos, mas o pouco que reparei e sempre penso como CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, se torna procedimento padrão em nosso veleiro e acredito que estas poucas linhas devem ajudar no dimensionamento do problema e uma possível solução.

Portanto minha sugestão seria devolver para a loja em que você vai comprar, por exemplo e sem querer fazer merchandising, a loja Regatta de Ilhabela confirmou que eles se encarregam de devolver o material para a fábrica.

E se possível gostaria de saber mais a respeito para acrescentar em nossos registros e orientar outras pessoas."

Colaboração - Winston Guy

Nenhum comentário:

Postar um comentário