sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Barcos tem alma... Brasil 1 - Torben Grael

"Olhando para a embarcação azul e amarela que repousava tranquilamente nas água do rio Gota, conversei mentalmente com nosso veleiro. Aquele barco tinha alma. Não fosse pelos patrocinadores, os construtores, o Alan e o Enio Ribeiro, ele certamente não existiria. Mas, não fosse ele um ser especial em si mesmo, provavelmente não estaríamos ali. O Brasil 1, o nosso companheiro de aventuras, a nossa nave de humor doce e caráter firme, era mais um amigo que deixaria saudades. Seu ventre acolhedor, sua força protetora e a enorme generosidade de nos conduzir pelo planeta não seriam esquecidos"

Ao meu barco, ao nosso barco, o Brasil 1, eu rendo todas as homenagens possíveis. Foi ele, nosso castelo nas batalhas oceânicas, que nos trouxe de volta à paz de nossas vidas. Ao Brasil 1 eu dedico cada linha desta aventura."

Torben Grael

Do livro - Lobos do Mar, Os brasileiros na regata de volta ao mundo - Pág. 268

32ª Semana de Vela de Ilhabela, Equipes Brasil 1 e Mutley

Em 2005 durante a 32ª Semana de Vela de Ilhabela, eu e minha tripulação tivemos a honra e a felicidade de confraternizar com Torben e equipe a bordo do Brasil 1 (foto acima).

Um dos destaques da Volvo Ocean Race 2006, o Brasil 1 terminou a regata em cima do pódio, 3º lugar geral. Para chegar lá, o barco de 70 pés e 15 toneladas teve de enfrentar de calmarias (para um veleiro, uma mar sem vento pode ser tão ruim quanto uma tempestade) a intempéries. Por causa das águas revoltas de vários trechos, as sete modernas embarcações que disputaram o primeiro lugar sofreram danos sérios. Partes importantes dos barcos foram parar no fundo do oceano. Um dos veleiros chegou a afundar. Outra viu um de seus tripulantes ter um destino trágico.

"O projeto do Brasil 1 nasceu de uma mistura de audácia e "semi-irresponsabilidade". Quando, pela primeira vez, fechamos os custos totais do projeto, sabíamos o tamanho do desafio. Com todos os cortes e otimizações, o orçamento ficou próximo dos US$ 16 milhões. Quase metade do que os times mais ricos investiriam..." Torben Grael

Por tudo isso, a vitória em uma das etapas e o 3º lugar geral... Vieram coroar com êxito o projeto Brasil 1. Durante nove meses e 31250 milhas náuticas, o Brasil 1 e sua tripulação levaram nossa bandeira ao redor do mundo, deixando orgulhosos todos os brasileiros que amam este esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário