quarta-feira, 1 de julho de 2009

Espaço da Vitória - Cruzeiro Costa Sul 2009 - XIX

No sentido horário: Ricardinho "Magaiver", Ivan, Egle e o Taai-Fung-II

02.05.09 - Deixamos a enseada da Caixa D'Aço às 9:00h, logo na saída o Veleiro Taai -Fung II da Egle e do Ivan (http://pintandoosetti.wordpress.com/) teve um probleminha de motor. Coisa pouca, o bonito é que a flotilha toda ficou esperando o Ricardinho (Ricardo César Marques de Carvalho) resolver a pane... Meu pai disse que o Ricardinho é um "Magaiver" assim mesmo "abrasileirado". Ele disse também: que este tal "Magaiver" com um sabonete e uma lixa de unha era capaz de fabricar uma bomba. Não aguentei e fui pesquisar, acabei achando: McGyver era o protagonista da série de Tv Profissão:Perigo, sucesso nos anos 80 (Quase Jurássico... Só pesquisando mesmo).

O Alondra do comandante Icaro e o Sweet do comandante Janjão, entre Porto Belo e Floripa.

Esta turma é mesmo unida... Só seguimos adiante depois de resolvido o problema do Taai-Fung II. Foi uma velejada bastante tranquila, o mar estava baixo e o vento compareceu enchendo as velas de toda a flotilha do CCS.

13:15h - Chegamos em Jurerê na Sede Oceânica do Iate Clube de Santa Catarina Veleiros da Ilha, os marinheiros de plantão já aguardavam a flotilha, atenciosos e prestativos indicavam as poitas destinadas a cada veleiro participante do CCS. Aqui também tem o sistema do vai-e-vem (embarcação que transporta as tripulações dos barcos para terra e da terra de volta aos barcos), funciona 24 horas é só chamar pelo rádio.

A flotilha do CCS em Jurerê, Florianópolis - SC.

Arrumamos as mochilas, pegamos os galões de água para abastecer e chamamos o vai-e-vem, fomos direto para o banho, já estávamos com saudades de um banho de chuveiro. Depois de um banho delicioso, corremos para o restaurante, a fome bateu... Almoçamos e ficamos por ali mesmo, é um lugar bem bonito, com praia, escola de vela, sala de jogos, restaurante, churrasqueiras, enfim tem uma boa infraestrutura.

À noite jantamos por ali mesmo... Não demora chega a tripulação do Veleiro Bruxo, o Luis, a Tati e o Binho com um amigo. Nós "crianças" nos enturmamos enquanto nossos pais ficaram conversando. O Luis e a Tati, deixaram a flotilha lá no Capri, São Francisco do Sul, e vieram direto para Florianópolis. Meu pai disse que eles contaram como foi a navegada deles , eles disseram que logo na saída da baía da Babitonga pegaram um mar bem ruim, a Tati falou que foi um pavor.

Durante a tarde o vento rondou, deixando o mar em frente a Sede Oceânica do ICSC com ondas. Na hora de voltar aos barcos para dormir, o balanço estava muito desconfortável. Alguns velejadores resolveram dormir num hotel em frente ao clube, nós ficamos no Planeta Água. Foi um tal de sacode para lá e para cá a noite inteira, meu pai levantou inúmeras vezes para ajeitar as coisas que batiam com o balançar do barco.

A Sede Oceânica do ICSC em Jurerê, Florianópolis - SC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário