quinta-feira, 28 de maio de 2009

Os veleiros tem o péssimo hábito de crescer...

A saída de Florianopólis só foi possível após pagarmos 1.200 patacas de excesso de bagagem.

Outro dia eu ouvi ou li, não lembro quem teria proferido a frase ou o "alfarrábio" em que posso ter lido, a sentença que diz mais ou menos o seguinte : - Os barcos em geral tem o péssimo hábito de crescer.

Como consequência desta mania de crescer, temos os pontos positivos como; maior conforto e velocidade entre outros é claro... E como pontos negativos podemos destacar ; o aumento de nossas mensalidades nos clubes e marinas, uma vez que estes valores são normalmente calculados por pé e também um valor de manutenção mais elevado, inclui-se aqui o marinheiro que também não vai manter o valores de costume se aparecermos com um barco maior.

O Novo Planeta Água, promessa de bons momentos e grandes aventuras.

Com o Planeta Água não é diferente... De 19 pés, cresceu para 26, para 32 e agora já esta com 36, já chegou a um tamanho respeitado por seus colegas de marinas e clubes. Na verdade, parece que os barcos menores o olham como se fosse um mestre, um exemplo a ser seguido por aqueles que ainda vão crescer alguns pés...

Estamos no momento em Salvador na Bahia Marina, aguardando uma melhora no tempo para então seguirmos rumo ao Rio de Janeiro. Silvio (Capitão Caverna) Labres e eu estamos ansiosos para velejar, o barco agora já esta em ordem (assim cremos), ontem a noite resolvemos fazer um carreteiro de charque "baiano" ou melhor um carreteiro "baiúcho". Não sem antes desmontar todo o fogão que se negava a colaborar para o intento "carraterístico". Manutenção feita...Meia noite nos deliciávamos com o prato "baiúcho".

"Caverna" as voltas com o fogão instantes antes de iniciar o carreteiro "baiúcho".

4 comentários:

  1. Fernando, parabens pela nova conquista. Agora virou Planetão Oceanico.
    Forte abraço,
    Vail, o maluquinho.

    ResponderExcluir
  2. Fernando, parabéns pelo seu novo barco, que ele traga tantas alegrias quantos os outros trouxeram. Nós também estaremos brevemente com um novo barco, já que vendemos o Guga Buy. Um grande abraço a todos vocês.
    Eduardo Zanella – Guga Buy - Florianópolis

    ResponderExcluir
  3. Fernando, desejo tanto sucesso com o novo Planeta Água quanto com os outros. E sempre com muita água passando pela quilha...

    Um grande abraço e bons ventos!

    Luiz Fernando Beltrão
    Tinguá

    ResponderExcluir
  4. Obrigado amigos! Vail (Mony), Zanella (Guga Buy) e Luiz Fernando (Tinguá). Estamos agora na Barra do Riacho (Porto Aracruz) ES. Nos abrigamos aqui às 03:40h do dia 03/06 depois de bater de cara com uma frente fria daquelas de respeito. Agora é esperar uma melhora no tempo para seguir para Vitória.

    Abraços

    Fernando

    ResponderExcluir