terça-feira, 31 de março de 2009

Cruzeiro Costa Sul 2009 - I

Silvio "Capitão Caverna" Labres e o Comandante Fernando Maciel no Bowteco Bar - Bracuhy - Angra dos Reis, RJ.

Chegamos ao Bracuhy no sábado as 23:00h, foram mais de 1500 Km de carro desde a saída de Porto Alegre - RS. A lista de coisas a fazer no barco esta diminuindo dia a dia... Acho que amanhã vamos conseguir sair com rumo a cidade do Rio de Janeiro. Temos sofrido muito com o calor e as chuvas diárias que caem todos os fins de tarde. Enquanto escrevo... Ouço os roncos do "Capitão Caverna". O cara desmaiou, também o que trabalha!... É realmente um parceiro de primeira.

Direto do Veleiro Planeta Água.

terça-feira, 24 de março de 2009

Revista Náutica Nº 247 - Desembarque no paraíso.

A revista Náutica de Março/2009, estampou em oito páginas da edição n° 247, fotos e textos com a impressão que colhemos em nosso "desembarque no paraíso". Logo após ver o resultado impresso do material enviado a Náutica, agradecemos via e-mail a toda a equipe da revista.

Abaixo reproduzimos as respostas a nossos agradecimentos do Sr. Gilberto Ungaretti - Editor, e do Sr. Michel Spitale - Diretor de Arte.

----- Original Message -----

From: Michel To: Fernando Maciel Cc: Jorge de Souza ; Gilberto Ungaretti Sent: Friday, March 20, 2009 4:30 PM Subject: Re: Atol das Rocas

Fernando, que bom que você também gostou do resultado, eu achei muito bom, tanto editorialmente como graficamente.

Até a próxima!

Um forte abraço

Michel

----- Original Message -----

From: Gilberto To: 'Fernando Maciel Sent: Friday, March 20, 2009 2:53 PM Subject: RES: Atol das Rocas

Obrigado pelas palavras, Fernando. Com um material bom, como o que você me mandou. fica fácil.

Um abraço,

Gilberto Ungaretti

quinta-feira, 19 de março de 2009

Qual o motor ?? Quantos Hp ??

Uma Fórmula Rápida

Peso e Mar:

Um método rápido mas não 100% correto de determinar qual motor será melhor para sua embarcação. Em barcos leves, tipo até 25 pés, você pode usar a regra de 1:12.

Por exemplo, para cada 12 kg de peso bruto(incluindo motor, combustível, tripulação e equipamentos) vai precisar de 1Hp para que seu barco tenha um planeio e uma velocidade razoável ou seja:

400 Kg Peso Barco

350 Kg Peso Tripulação

110 Kg Peso Combustível

080 Kg Peso Equipamento

080 Kg Peso Motor

Peso Total 1020 Kg

1020/12 = 85 Portanto 85 HP

terça-feira, 17 de março de 2009

Errata - Peixes Voadores

Peixe cabra ou Falso voador

A foto acima apareceu na postagem anterior "Peixes Voadores", como sendo de um peixe voador erroneamente. Nosso amigo comandante Sérgio Amaro Gomes, Veleiros Travessura e Fandango, http://www.tresnomundo.com.br/ nos enviou um e-mail dando o alerta sobre a mancada.

Peixe Cabra também conhecido como Falso Voador

Você sabia que ???

A cabeça do peixe cabra é completamente protegida por uma carapaça pesada, cheia de sulcos. As carapaças de algumas espécies têm espinhos afiados. O traço mais extraordinário do peixe cabra não é o capacete, mas as nadadeiras. O peixe pode dobrar suas barbatanas dorsais como dois leques e encaixá-las em sulcos que tem no corpo e que são do mesmo tamanho das barbatanas. Os três primeiros raios da barbatana peitoral podem mover-se livremente. O peixe utiliza-os como falsos artelhos para repousar no fundo do mar, ou até para sua locomoção.

A espécie mais comum é a do peixe-cabra azul, e sua carne é a mais apetitosa. todas as outras espécies costumam ser chamadas peixes-cabras vermelhos, mesmo que tenham outra cor. Fora da água, o peixe-cabra emite um som que parece um grunhido. Esses falsos grunhidos são produzidos pela rápida vibração da parede da bexiga natatória. Todos os peixes cabras têm hábitos semelhantes. Eles se alimentam de crustáceos e moluscos encontrados na plataforma continental do Atlântico.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Peixes Voadores

Você sabia que ???

Existem cerca de 50 espécies de peixes voadores que vivem nos mares quentes de todo o mundo e que medem entre 10 e 45 cm ? Esses peixes usam as barbatanas peitorais para levantar vôo. Quando nadam debaixo d'água, mantêm estas barbatanas junto ao corpo. Somente após atingirem a velocidade de 50 km/hora na água, levantam vôo num ângulo de 15°. Então, distendem as barbatanas peitorais, para que o ar os impulsione e planam a uma altura de um metro acima das ondas. Um vôo dura de 04 a 10 segundos e pode cobrir uma extensão de 45 metros. Algumas espécies chegam a percorrer 90 metros a uma altura de 1,5 metros ou mais acima da superfície do oceano, durante 10 segundos. Os peixes voadores conseguem fazer vários vôos planados sucessivos. Cada vez que retornam à superfície da água, as batidas da cauda voltam a impulsioná-los para cima. Quando voam a favor do vento vão mais longe e mais alto. Já houve casos de peixes voadores que caíram num navio cujo convés estava a 11 metros acima da superfície do mar. Existe um outro peixe que também voa, é o peixe machadinha. É um peixe de água doce, da América do Sul e um parente afastado da carpa e do peixe elétrico. Embora pequeno (07 cm) este peixe possui força motriz durante o vôo. Seu amplo tórax possui enormes músculos que movimentam as barbatanas peitorais. Elas batem tão depressa que provocam zumbido e eles voam somente a 09 centímetros acima da água. Necessitam da distância de 12 metros para decolar para um vôo que é sempre curto (cerca de 1,5 metros).

Mais Um Diário do Veleiro Planeta Água no Site: popa.com.br

Paisagens de Paraty e Frade - Rio de Janeiro

Nosso diário Paraty Um Encanto de Lugar, foi publicado esta semana no site http://www.popa.com.br/ , com o título - Paisagens de Paraty e Frade - Rio de Janeiro. Vale a pena dar uma olhada! As fotos e a diagramação são bastante diferentes do material que postamos neste blog. Para acessar click no link: http://www.popa.com.br/_2008/diarios/planeta-agua/Frade-Paraty/

sábado, 7 de março de 2009

Veleiro Benneteau Surfando

Momento muito... Muito PQP!

Um grande susto... Levou a tripulação do Veleiro "Urola" - Benneteau 40 pés. Dia 25/10/2008, 19:00h, o comandante do "Urola" entrava na barra do rio Urola (mesmo nome do veleiro) em Zumaia¹, N da Espanha, baía de Biscaia.

Muitos barcos retornavam a marina após um dia de navegação. O Mar estava aparentemente calmo e sem vento, mas as séries de ondas que de tempos em tempos adentravam na baía eram grandes. Os comandantes controlavam o tempo das séries e entravam na barra, mas muitos barcos eram alcançados pelas ondas. Os barcos com motores potentes não enfrentavam muitos problemas, porém, os veleiros com motores de pouca potência... PQP! Isto foi o que aconteceu com o Veleiro "Urola", quando todos esperavam pelo pior, o "Urola" se ergue e consegue entrar no rio. Felizmente tudo não passou de um grande susto!

¹Zumaia é um município da Espanha na Província de Guipúzcoa, comunidade autónoma do país Basco.

quinta-feira, 5 de março de 2009

CCS 2009 - Rio de Janeiro/Florianópolis

Em reunião realizada nesta quarta-feira 04/03/2009, a comissão organizadora do CCS 2009 definiu as seguintes escalas e datas para o cruzeiro:

Como já foi informado anteriormente, o trecho Cananéia - Paranaguá será feito pelo Canal do Varadouro com barcos que possuam calado máximo de 1,70 metros. O site da ABVC - www.abvc.com.br será atualizado com todas as informações necessárias.

Obviamente as datas não são rígidas, pois como todos sabem dependemos das condições climáticas.

segunda-feira, 2 de março de 2009

O Menino Maluquinho foi visto na Ilha Grande.

Outro dia checando meus e-mails me deparei com uma foto pra lá de inusitada. Agora imaginem... O Menino Maluquinho e a namorada em um bote "inflamável", sim, pois a julgar pela carinha do Menino aquelas alturas o bote era mesmo "inflamável". Na foto o casal passeava tranquilo nas águas da Enseada Sitio Forte - Ilha Grande - RJ. Estava lá na tela do meu computador, o Menino Maluquinho (salve, salve o grande Ziraldo) e a namorada dele que deve ser a Menina Destrambelhada ou algo parecido... Que não fuja muito desta linha de raciocínio. Uma coisa me parece certa, para navegar de bote com o Menino Maluquinho naquele "drink", muito boa das ideias aquela menina não deve ser. Tive que "assuntar", não resisti e perguntei ao comandante Mário Ramos - Veleiro Redboy , do que se tratava e qual a identidade verdadeira do Menino Maluquinho. A resposta veio quase que instantaneamente: - " É a boteada, o Menino Maluquinho é o Vail (Vail Mony Filho) do Veleiro Mony." Santo Pai! E o que é a "boteada"? Pois bem, o comandante Mário explicou: -"O Zé Toriba, nascido José Ricardo Malheiros Bastos - Veleiro Toriba - inventou a "boteada". Não tem carreata e barqueada ? Então! O Zé organizou a "boteada" que na terça-feira de carnaval, fez um percurso entre os barcos ancorados no Sitio Forte, Ilha Grande. A Telma do quiosque da Tapera patrocinou a turma com um peixe assado para a melhor caracterização. Muito divertido!"