quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Garopaba não é um bom abrigo para barcos.

Como já foi dito aqui... Moramos em Garopaba a pouco mais de 10 anos, durante este tempo, chegamos a construir uma poita com a intenção de levar o Planeta Água para perto de casa. No entanto, a tal poita nunca foi para a agua. Sem muita dificuldade, quem chega a Garopaba logo conclui que aquela baía não é um bom abrigo para barcos. Quando os ventos do quadrante Norte sopram a confusão é grande... E momentos PQP, acontecem com certa frequência.

Dizem que existe um projeto para a construção de uma marina em Garopaba, mas até onde sei este projeto esta engavetado a uns bons 15 ou mais anos. Talvez agora saia do papel, afinal a prefeitura mudou de mãos. Vamos acreditar... Enquanto isso!

21/Agosto/2003 - Madrugada, nordestão roncando... O belo veleiro acima acaba soltando-se da poita e encalhando na praia central de Garopaba.

03/Junho/2006 - A forte ressaca no mar de Santa Catarina no sábado, 03 junho 2006, fez com que a escuna Lendário, que estava apoitada, fosse parar na praia de Garopaba. A foto mostra a embarcação já calçada, e em obras. Como disse o Comandante Fernado Maciel, do limão, fez-se a limonada (observe o costado lixado). Os sacos de areia impedem que a escuna seja enterrada pela ação das ondas.

08/Maio/2008 - Os fortes ventos dos últimos dias causaram mais um encalhe em Garopaba,SC. A amarra presa à poita do Itusca, um Robertson and Caine de 45 pés, não agüentou e o catamarã veio dar na praia. O veleiro, que ficou com os lemes enterrados, pertence ao empresário Marco Aurélio Raimundo, mais conhecido por "Morongo", proprietário da Mormaii.

4 comentários:

  1. GOSTARIA DE SER INFORMADO SE NOS DIAS DE 08A 12 DE FEVEREIRO 2010 HOUVE FORTES VENTOS EM FERNANDO DE NORONHA DE MANEIRA A NAO SER POSSIVEL O DESENBRAQUE DE PASSAGEIROS DE NAVIOS DE CRUZEIRO E SE TAL SITUAÇAO NAO E INFORMADA AOS RESPECTIVOS OPERADORES DESSES CRUZEIROS. ATENCIOSAMENTE henrique.fernandes64@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Henrique consultamos alguns amigos na ilha e apuramos o seguinte:
    1)A ilha vem sendo castigada por grandes ondas desde Dezembro passado (os meses de verão são tradicionalmente meses de mar muito alto), você pode ter uma idéia olhando o link abaixo que é de uma postagem de nosso blog de 2009. Em Dezembro as fortes ondas afundaram um barco de turismo "Trovão dos Mares" (uma onda com mais de 04 metros cobriu e afundou o barco).
    2)Agora, no período em questão o mar voltou a aumentar e as ondas novamente atingiram mais de 04 metros causando sérios danos na estrutura de embarque e desembarque no Porto de Santos Antonio... Até o presente momento ainda não se tem uma data para a estrutura danificada voltar a ser utilizada. Portanto o porto foi fechado para embarcações de turismo.
    3)Lembro da 1ª vez em que fomos a Noronha (1991) também em um mês de Janeiro embarcados em um velho navio, a operação para desembarque foi uma verdadeira proeza e naquela oportunidade as ondas estavam muito grandes... Lembro que chegamos a pensar em abortar o desembarque.
    4)Henrique as operadoras de turismo não recebem esta informação, os navios recebem apenas boletins meteorológicos com informações do tempo na região... Na situação em questão como a estrutura do porto foi danificada, não houve como efetuar o procedimento de desembarque. E o comandante do navio só tomou conhecimento deste fato quando chegou a ilha.
    5)Nossa dica pessoal é visitar Noronha nos meses de AGOSTO e SETEMBRO... meses de mar absolutamente calmo veja as fotos na postagem do link abaixo
    6)O Porto ainda esta interditado.

    ResponderExcluir
  3. Uma região muito bonita especialmente a praia da ferrugem, com muitas ligações aos açores ou melhor dizendo às gentes açoreanas.Eu sou português mas continental que habitualmente visito o Brasil durante o Inverno Europeu e fico sempre maravilhado com este território fabuloso que é o Brasil.
    Aquele Abraço...

    ResponderExcluir
  4. O litoral Catarinense foi abençoado pelas mãos do arquiteto universal. Seus contornos maravilhosos e sua gente simpatica nos fazem sempre querer voltar. O povo destas terras é na sua grande maioria descendente de imigrantes vindos dos Açores, isto, também é claramente visível na arquitetura.

    Abraços
    Família Planeta Água

    ResponderExcluir