terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Nudez a bordo

Naturismo náutico
NUDEZ A BORDO
Por Celso Rossi*
Muitos iatistas são fruto de uma tradição familiar que os integra ao meio náutico desde tenra idade. Não é o meu caso. A primeira vez que entrei num barco foi aos 19 anos, num catamarã de 40 pés que meu ex-sogro vendeu na semana seguinte. Nem uma brisa sequer deu o ar da graça, para enfunar aquelas enormes velas, que, por alguma razão indecifrável, exerciam um fascínio poderoso e inesperado sobre o marinheiro de primeira viagem que eu era. De qualquer modo, a partir daquele dia percebi que meus sonhos e minha vida haviam adquirido um novo rumo, norteado pelo espírito de liberdade que a navegação a vela inspirava.
Poucos anos depois, adquiri meu primeiro barco e os ventos acabaram me levando a conhecer a Praia do Pinho (SC), onde, em janeiro de 1986, fundei a Associação Amigos da Praia do Pinho, marcando o início do naturismo organizado no país. Liderei, durante quinze anos, a implantação de praias e clubes de nudismo do Brasil, geralmente à beira-mar. A liberdade do corpo nu e o contato diário com os elementos naturais fizeram meu "chamamento náutico".
Nada disso, entretanto, me afastou do rumo e acabei encontrando uma companheira com o mesmo sonho de morar a bordo, com a qual constituí uma família maravilhosa. Estamos agora muito próximos de zarpar, treinando, já há dois anos, num veleiro 29 pés, enquanto terminamos a construção de um Multichine 41 de aço. Durante os vinte e poucos anos que se passaram, desde a minha primeira "velejada sem vento" até hoje, adquiri todos os livros pertinentes ao assunto, que pude encontrar: tenho mais de 50 na prateleira. São, em sua grande maioria, sobre travessias, famílias que vivem a bordo e navegadores solitários. Chamou-me à atenção o fato de que quase todos os autores relatam que ficam nus a bordo de seus veleiros ou deparam com tripulações naturistas pelo caminho. Se você chegasse numa ilha deserta, onde não houvesse ninguém além de você mesmo, a areia limpa. a água transparente e o calor do sol sobre o seu corpo, ainda assim usaria roupas de banho? Se sua resposta for sim, respeito sua posição, mas no chuveiro da sua casa, certamente , você fica nu, não é mesmo? Ou seja: você apenas usa roupas para que os outros não o vejam nu. Mas se os outros também estiverem nus, cada um na sua, adultos, velhos e crianças, sem nenhuma maldade, apenas inocência e liberdade?

Navegando muito a vontade...

Muitas vezes acontece de estar um barco ancorado em uma praia, com todos seus tripulantes curtindo a liberdade e o conforto de estar sem roupa, nadando ou na areia, quando chega outro barco, cujos tripulantes também estavam nus, mas que, ao se aproximarem, todos vestem rapidamente suas roupas e acaba aquela gostosa integração com a natureza e a liberdade. Parece até cômico, mas é fato corriqueiro.
É preciso que seja desenvolvida uma campanha em favor de aceitação da nudez nas áreas desertas, não atingidas por rodovias, e criado um sistema de comunicação para a identificação à distância de embarcações de naturistas e simpatizantes.

O barco dos peladões...

Se você é naturista, ou não se importa que outras pessoas fiquem nuas em praias desertas ou fora dos portos, fixe uma fita branca, com 50 cm de comprimento por 10 cm de largura, logo abaixo da bandeira do Brasil ou no estai de popa, a 2 m acima do cockpit. Os procedimentos éticos do naturista são os seguintes:
  • Agir respeitosa e amigavelmente;
  • Deixar apenas suas pegadas e a esteira de seu barco para trás: nunca seu lixo;
  • Respeitar a privacidade de outros naturistas e não constrangê-los com olhares, gestos ou ações;
  • Não fotografar ou filmar pessoas nuas sem permissão das mesmas;
  • Abster-se de qualquer comportamento com conotação sexual nas áreas públicas ou à vista de outras pessoas;
  • Usar toalha ou canga sempre que for sentar em assentos de uso comum e não impor sua nudez ante o desconforto de outras pessoas não adeptas.
*Velejador, fundador da Federação Brasileira de Naturismo e do Clube Naturista Colina do Sol.

Mensagem de Ano Novo recebida por este blog que gostaríamos de compartilhar com nossos amigos.

Que todos tus sueños y deseos se concreten.

En un marco de Prosperidad y Amor !!

Te deseamos lo mejor de lo mejor para vos y los tuyos !! Felicidades y Exitos durante todo el 2010 !!!

ACCION SOLIDARIA DELTA - CHARLAS EN EL COCKPIT

Asociación Civil sin fines de lucro para la Solidaridad, Cultura y Deporte de los navegantes

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Que momento PQP !! Manhattan, New York.

Regata Hagan Memorial - Manhattan Yacht Club, New York - NY. - Foto Stephenie Hollyman

Foi em uma regata do Manhattan Sailing Club em New York que o vento roncou forte e pegou a tripulação acima de surpresa. Felizmente foi só um grande susto, na sequência o veleiro volta a posição normal.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O baita gordo e seu caico.

O baita gordo faceiro com seu caico.

João Gordacho é um cara "forte", aliás, desde piá¹ sempre foi robusto. Dizem, que nem engatinhou, o piazito caminhou foi muito cedo. Também, pai e mãe não conseguiam dar colo à criaturinha redonda. Daí, João Gordacho não teve escolha, com poucos meses de vida andava que nem pau de enchente².

Quando chegou a aborrescência³, virou o "baita gordo"... Apelido carinhoso dado por mim claro!! Um dia, o baita gordo se encantou com o Guaíba lá pelas bandas de Itapuã. Foi "numas" férias da família, da barraca montada embaixo d'uma enorme figueira, ele olhava e fantasiava viagens... Seriam épicas navegadas, em seu próprio barco naquele mundão liquido.

O baita gordo, apesar de viver a vida toda cortando arame com os dentes*, não desistiu de seu sonho, na semana passada seu caico que foi construído com suor, lágrimas e as próprias mãos foi para a água no Yacht Club da Ponta da Cadeia.

Chegara a hora do baita gordo realizar o sonho de adolescente, exceto pelo "pequeno" deslize de escala na execução da obra... Acho que tudo vair dar certo! Ou não!!!!

Fernando Maciel

  1. Piá - Menino, guri.
  2. Andar como pau de enchente - Andar de um lado para o outro, ao sabor dos acontecimentos.
  3. Aborrescência - Mesmo que adolescência.
  4. *Andar cortando arame com os dentes - Andar sem dinheiro.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Regata de Clássicos em Búzios reuniu 29 embarcações

O Belíssimo "Aventura" 2° colocado na classe Oceano III.

A 4 ª Regata Richards Veleiros Clássicos, que aconteceu entre 27 e 29 de Novembro, no Iate Clube Armação de Búzios (ICAB), atraiu à Baía dos Ossos ilustres veleiros clássicos, como é o caso dos belos Aventura, Suzy Dear , Orion, Macanudo e Dália. Único evento náutico chancelado pelo Ano da França Brasil, a edição atraiu 11 velejadores do Grupo Conservatoire Maritime du Havre, que participaram da competição em veleiros nacionais.

A presença de 29 veleiros clássicos em águas brasileiras reafirmou o sucesso do evento. Como são muito diferentes entre si, os barcos participantes foram agrupados em sete categorias por suas características comuns. Uma delas premiou o Jeitosa, de Pierre Joullié, uma Batera, barco artesanal do norte fluminense adaptado para velejar por entusiastas e pescadores da comunidade local.

“Nosso objetivo ao reunir esse encontro exclusivo de veleiros clássicos é resgatar a cultura náutica nacional e internacional, de forma a valorizar nossos clássicos”, afirma o produtor do evento, Loïc Gosselin, da Media Mundi. São considerados veleiros clássicos barcos com mais de 25 anos, fabricados em madeira. “Queremos ter a oportunidade de apresentar as peculiaridades navais de cada região do Brasil”, completa Gosselin.

Os veleiros presentes em Búzios competiram em duas etapas, uma no sábado e outra no domingo, sempre com partida do ICAB. Após as provas esportivas, desempenhadas a partir de alto rigor técnico, aconteceram eventos sociais, que completaram essa grande festa náutica, única regata de clássicos realizada no Brasil.

“Os esforços do ICAB e da Media Mundi já estão dando resultados para o evento e para a cidade de Búzios, que tem as melhores raias do país, sempre com vento, reunindo a elite dos barcos clássicos brasileiros”,diz o comodoro do Iate Clube e também organizador do evento, Alain Jouillé.

Resultado final

Oceano I

1º Suzy Dear Skipper : Adelmar Pinheiro da Silva

Oceano II

1º Orion Skipper: Kiko Pelicano

2º Cayru III

Oceano III

1º Macanudo Skipper: Ricardo Montenegro

2º Aventura: Comandante José Guilherme "Chicão" Bastiani

Saveiro

1º Dália Skipper: George Georgiadis

2º Pery

Bico de Proa

1º Bambino – Skipper Wagner Albuquerque

2º Cisne Branco

Baleeira

1º Teimosa Skipper: – Comandante Bernardo Gamboa

2º Fogosa

Batera

1º Jeitosa – Skipper Pierre Joullié

2º Pérola Negra

"A velejada do Porto Marina Bracuhy, Angra dos Reis até Búzios foi muito tranquila, quanto a regata ficamos em segundo lugar enchendo de alegria a tripulação que era formada por Enio Casagrande, Adriani Hartmann, Hélio e Mara do Maracatu. A festa em Búzios foi inesquecivel e nosso retorno para Angra foi igualmente calmo" declarou o comandante "Chicão".

A bela e pequena Armação de Búzios, ou apenas Búzios, como é mundialmente conhecida, ganhou fama internacional após a estadia da atriz francesa Brigitte Bardot, em 1964. Visitada por turistas do mundo inteiro, há quem a chame de Saint Tropez brasileira. Península com oito quilômetros de extensão e 23 praias, Búzios é ideal para a prática de iatismo em função de seus fortes ventos. Cenário da nova novela global de Manoel Carlos, Viver a vida, destacam-se entre suas principais praias Geribá, João Fernandes, Ferradura e Ossos, onde é realizada a regata.

Fontes: Revista Náutica, ICAB e Regata Richards

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Aquecimento Global !!!

Foto de satélite mostra iceberg gigante na costa australiana, o iceberg tem aproximadamente 19 km de extensão. Foto AFP

Uma foto de satélite divulgada nesta terça-feira, mostra um iceberg gigante que se desprendeu da Antártida e se dirige para o sul da Austrália. A imagem, oferece um espetáculo que os especialistas qualificam como único. O cientista Neal Young, disse que é um fenômeno "muito raro e pouco comum, pode se passar muito tempo até que apareça um assim. É uma visão que só acontece uma vez na vida".

Os especialistas chamaram o iceberg de B17B, que tem 19 km de comprimento e oito km de largura, e é um dos maiores já vistos perto da Austrália. A peça faz parte de um iceberg três vezes maior que se desprendeu da Antártida em 2000 e passou cinco anos parado em um lugar, por causa das correntes oceânicas nessa região. Os cientistas prevêem que o B17B rachará em seu avanço para o litoral australiano.

Colaboração: Eduardo Schwery (ABVC)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Uma estranha formação de nuvens no Atlântico.

Uma estranha parede de nuvens no Atlântico (1)

Uma estranha parede de nuvens no Atlântico (2)

O Blog Veleiro Planeta Água, recebeu de colaboradores imagens de uma estranha formação de nuvens que se estende mar adentro, as fotos foram clicadas no início do mês de Julho passado de uma plataforma da Petrobras na Bacia de Campos, RJ. Parece desenho, feito a mão mesmo! Sinistro... Eu heim!

Colaboração:

Elmo R. do Nascimento e Fábio Reis (ABVC)

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Natasza Caban - Um Mundo - Uma Mulher - Um Sonho

video

Vídeo da chegada de Natasza em Honolulu, Hawaii.

Natasza terminou sua jornada solitária ao redor do mundo! Acima, o vídeo da chegada de Natasza Caban ao Hawaii Yacht Club em Honolulu.

Artigo relacionado: Natasza Caban

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Abertas as inscrições para o Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2010.

A ABVC apresenta o programa do CRUZEIRO INTERNACIONAL DA COSTA LESTE 2010. Informações e Inscrições: AQUI.

Hoje é aniversário do Murillo "Manza" Novaes.

Parabéns ao Manza! Hoje ele esta completando 40 aninhos... Tudodebom.com pra ele. A família Maciel, deseja que o Murillo encontre no oceano da vida, só ventos favoráveis, mares de almirante e que os portos estejam sempre abertos em suas jornadas.

Que o Manza, continue a achar tempo para nos manter informados pelos próximos 40 anos.

Família Maciel

Veleiro Planeta Água

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A bela Natasza completou sua circunavegação solo.

Natasza terminou sua jornada solitária ao redor do mundo!

Nesta Terça-feira, dia 01 de Dezembro de 2009 às 17:00h (horário local - Hawaii), 10:00h (horário de Brasilia), Natasza chegou ao Hawaii Yacht Club em Honolulu, tornando-se uma das mulheres mais jovens da história a circunavegar solo o globo.

A velejadora polonesa, hoje com 32 anos, retornou para Honolulu de onde partiu em 27 Julho de 2007, logo após o seu 30º aniversário. À bordo do veleiro "Tanasza Polska Ustka", um Sparksman & Stephens 34', ela navegou cerca de 26.000 milhas náuticas solitária ao redor do mundo.

Seu cruzeiro, foi mais que um desafio desportivo ou uma grande aventura. Existia uma boa causa, também. Um trabalho de aspecto social, o que torna o feito de Natasza e seu esforço singulares, totalmente diferente, das viagens de outras velejadoras solitárias.

A volta ao mundo solo de Natasza, foi dividida em dezesseis partes. Devido às péssimas condições atmosféricas no Oceano Pacífico, a última etapa do cruzeiro acabou por ser um pouco mais longa do que o esperado - a caminho do Panamá para Honolulu, Natasza foi obrigada a parar em Galápagos e nas Ilhas Marquesas (para evitar a temporada de furacões no Pacífico ).

Um dos principais objetivos da viagem, era realizar campanhas de caridade em cooperação com a Fundação Against the Odds da Polônia, como resultado, Natasza realizou o sonho de duas crianças portadoras de necessidades especiais. A velejadora, convidou as crianças para conhecer seu veleiro durante as escalas, e velejou com elas na área das ilhas Cocos (Keeling) e Santa Lúcia.

Tudo isso só foi possível, graças à enorme determinação de Natasza, afinal, foram 8 longos anos de preparativos. Mas, tudo valeu a pena!

Mais informações sobre esta aventura em: Natasza blog e Natasza site.

Artigo relacionado Natasza Caban.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

E não é que virou moda mesmo! Irmã mais nova de Zac Sunderland quer ser a mais jovem a dar a volta ao mundo.

Abby Sunderland, já terminou a fase de preparação e esta prestes a soltar as amarras.

Abby Sunderland, de apenas 16 anos quer bater o recorde de seu irmão Zac e se tornar a mais jovem velejadora a dar a volta ao mundo em solitário. Zac completou sua viagem de 13 meses no último mês de julho, mas não teve o recorde reconhecido pelo World Sailing Speed Record Council.

O recorde pertence ao também jovem Mike Perhan de 17 anos, Mike completou sua volta ao mundo solo em agosto passado.

Segundo a mãe dos dois, Abby está mais preparada do que Zac quando partiu para sua viagem, no ano passado. Diferente do caminho que o irmão fez, Abby pretende largar da costa oeste da America Central, passando pela America do Sul, cruzando o Cabo Horn, seguindo pela costa da África até o Oceano Índico. De lá passa pela Austrália e sobe pelo Pacífico até voltar para a Califórnia.

A jovem velejadora deverá partir em breve para conseguir terminar a viagem daqui a um ano. “É um pouco assustador, mas muito empolgante ao mesmo tempo”, disse ela.

Acompanhe a aventura de Abby: AQUI e... AQUI.

Artigo relacionado: Zac Sunderland, irmão de Abby.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Resultado de nossa pesquisa...

A alguns meses atrás... Colocamos no ar uma pesquisa com a finalidade de melhorar nosso blog. A pesquisa, se resumia na seguinte pergunta: Tripulante, o que você gostaria de encontrar "mais", no blog do veleiro Planeta Água ?

Com 75% dos votos, mais FOTOS foi o que nossos tripulantes pediram. Atendendo esta esmagadora preferência de nossa tripulação, informamos que: Constantemente estamos atualizando nosso albúm de fotos, você amigo ou amiga nauta pode conferir dando uma olhadinha em nossa GALERIA DE FOTOS.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Últimas do Veleiro Piatã - by Cacau

Cacau definitivamente é um cara que não gosta de escrever muito. Passou os últimos meses velejando a bordo do Veleiro Piatã do comandante Hamilton Grassi, nas horas vagas nos mandava algumas fotos acompanhadas de poucas linhas. Aqui vão as últimas do Cacau...

06/10/09

E ai gente... Ai vai fotos da entrada do porto de Curaçao (Antilhas Holandesas), a ponte do Cabinho, as cavernas de Hato Caves perto do aeroporto de Willemstad, e as praias tem que pagar para entrar é claro.

14/10/09

E ai gente... Estamos em Curaçao, esperando orçamento para concerto do gerador. Ai vai mais fotos, o interessante aqui é que as pessoas falam no mínimo 4 idomas, Espanhol, Inglês, Holandês e o Papiamento idioma local derivado destas mais o Português. Praias violentas e praias calmas.

05/11/09

E ai gente... Vai umas fotos, sem comentários... A velejada esta chegando ao fim, perdemos muito tempo em Curaçao esperando peças, e a estrutura em Cartagena para deixar o veleiro até fevereiro de 2010 não é boa. Optamos por deixar o barco em Curaçao, seguimos para Bogotá, depois Caracas, chegando a São Paulo dia 15/11. Eu, devo estar chegando em Porto Alegre lá pelo dia 20/11.

17/11/09

E ai pessoal, the end! Mais um pouco perdiamos o leme, o apoio do leme no final do squeki (não sei como se escreve) é seguro somente por dois parafusos, um já estava faltando.

Outras postagens sobre o veleiro Piatã você encontra aqui: 01, 02, 03, 04, 05 e 06

domingo, 29 de novembro de 2009

Projeto SOS Pachamama

Catamaran iara navegando em Ubatuba - SP.

Olá Amigos,

Após 3 anos de intenso trabalho na planificação e posta em marcha do Projeto SOS Pachamama um passo importante demos esta semana. O Catamaran iara está no mar e fez seus primeiros e importantes testes com desempenho excelente. Conheça os detalhes no demo do projeto no link abaixo. Também encontrará nele endereço do filme do catamaran navegando em Ubatuba.

Saiba mais clique: SOS Pachamama

Arranjo interno do Catamaran iara

Trabalhamos agora no marketing da aventura e na formação do grupo de pesquisadores que orientarão o monitoramentos dos rios navegados.

Para maiores informações favor entrar em contato conosco.

Bons ventos,

Yamandú & Elaine

yamandu@sospachamama.org

(012) 3848-2727 (012) 9766-1797

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Vendo Veleiro com Óptima "Vista".

Óptima vista - Imagem "ATIRA' TÓ MAR..."

Navegando na rede... Acabei dando uma "encalhadinha" no blog "ATIRA' TÓ MAR...". A foto acima, e nem poderia ser diferente, me chamou a atenção pela beleza do conjunto... Sério! Confesso que exitei um pouco pensando se deveria postar a bela imagem ou não. Depois de pensar, acabei decidindo dividir o achado com os amigos e amigas nautas.

Na verdade, trata-se de um anúncio que coloca a venda um veleiro com óptima vista. O anúncio na íntegra segue abaixo:

VENDO VELEIRO...

Face à CRISe e dificuldades momentâneas de manutenção e pagamento das quotas na "Marina", VENDO VELEIRO em óptimas condições.

6,50 m de comprimento, Lotação para 6 pessoas, Motor fora de bordo Yamaha com 6 cavalos, Cavalete para manutenção, Electronica: VHF c/ DSC e GPS, Bomba eléctrica de fundo, Casco em fibra de vidro com tratamento anti Osmose e Pintura antivegetativa. Velas : 1 Vela Grande - 1 Genoa ( Holandesas ) 1 Estai.

Além do mais este veleiro poderá proporcionar-vos uma óptima "vista", como podereis constactar pela foto anexa, bem como momentos de inovidáveis prazeres no mar,,,, e não só!!!

Aceito ofertas,,, HCL

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Veleiro Planeta Água na Mídia - Náutica Sul 255

Foto de capa e mais 11 páginas na Náutica Sul 255 - Novembro 2009.

De Porto Alegre a Floripa, um roteiro completo para você fazer de barco, incluindo a linda travessia da Lagoa dos Patos. A revista Náutica 255 em sua publicação Náutica Sul com circulação apenas na região Sul, publicou recentemente matéria e fotos da Família Maciel. De Porto Alegre a Floripa revela os segredos para a navegação segura do litoral do Sul. Nesta matéria, são muitas as dicas dadas pela tripulação do Veleiro Planeta Água... De Porto Alegre a Floripa.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Veleiro Aventura na Regata de Clássicos em Búzios - RJ.

José Guilherme "Chicão" Bastiani comandante do Aventura e este humilde escriba no YCI, Ilhabela.

Com um "teco" de preguiça vou de control C / control V na nota do amigo Hugo Nunes blog do Bracuhy. O veleiro Aventura do Comandante José Guilherme (Chicão), partiu ontem do Porto Marina Bracuhy rumo a Búzios. Na tripulação Adriani (Narceja) e Ênio (Casagrande), o Aventura foi convidado para participar da Regata de Clássicos no próximo final de semana na belíssima Búzios. Na Armação de Búzios a tripulação será reforçada com Hélio e Mara do Maracatu. O barco representará o Iate Clube Guaíba e a Marina Bracuhy. O Comandante Chicão é o Comodoro do Iate Clube Guaíba de Porto Alegre - RS.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Até que enfim! As nossas fotos do 2° Cruzeiro Costa Sul.

O Planeta Água clicado pelo amigo Hugo Nunes momentos antes da largada do CCS.

Já se foram quase 07 meses após o encerramento do 2° Cruzeiro Costa Sul, depois de muito adiar resolvi organizar, editar e postar a seleção das melhores fotos daqueles 30 dias... Que foram muito especiais! Nossa filha e proeira Vitória, contou em seus diários como foi o CCS, se você não viu e não leu, tá tudo bem AQUI.

Foi complicado!... No total são mais de 500 fotos, que após uma peneirada ficaram resumidas a pouco mais de 140 para seu deleite. Não perca tempo! Tão todas bem ali no >> Fotos do CCS.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Novo programa de TV "Bons Ventos"

Sérgio e os filhos Jonas e Carol no Bracuhy, Angra dos Reis.

Olá amigos!

Segue anexo o link do piloto para o futuro programa de TV especializado em náutica, "Bons Ventos", para o qual tivemos a honra de sermos convidados a participar. Esse programa é o piloto. O Marcelo Andrade está tentando vender a série para um canal de TV e patrocinador.

Liguei para ele ontem para dar os parabéns, após ter visto o resultado final, e ele me disse que ainda não tem nada concreto. Vamos ficar na torcida!

Estamos precisando de algo assim na TV brasileira para incentivar a náutica. Prestigiem e divulguem!!!

Assista em primeira mão: AQUI

Abraços

Sérgio A. Gomes

Veleiro Travessura

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Manual de sobrevivência - U.S. Army

Para aqueles que gostam de aventuras e viagens mais emocionantes mas, gostam de estar preparados para qualquer situação aqui vai uma boa referência.

É o manual de sobrevivência do exército dos USA, tem uma parte específica para sobrevivência no mar.

Manual de sobrevivência: AQUI

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Asociación Deportiva Argentina de Navegantes - ADAN

(A.D.A.N.) Asociación Deportiva Argentina de Navegantes. Fruto da união de navegadores Argentinos, a ADAN tem objetivos muito bem definidos. Estimular as relações entre os navegadores e facilitar o intercâmbio entre eles nas áreas de interesse náutico, bem como, prospectar sócios em todo o território Argentino e também no exterior. Isto é só uma pequena amostra do potencial dos "hermanos"... A partir de hoje, você pode visitar a página da ADAN clicando sobre o logo existente em nossa barra lateral (Para Navegar). Quer saber mais? Clique ADAN

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Uma saída de porto insana em cinco imagens impressionantes.

Cinco fotografias impressionantes, “a sequência” da tentativa de saída em Southport (Queensland, costa leste da Austrália) do veleiro "Jogos de Guerra" um Sun Odyssey 49DS em 21 de Maio passado. O mar grosso com ventos de 60 nós, foi ignorado por seu skipper que pretendia ir para Yeppon 400 milhas ao norte, outro porto deste mesmo estado australiano. Investida de total inconsciência e uma rara estupidez…

Austrália: uma saída de porto insana! (1)

Austrália: uma saída de porto insana! (2)

Austrália: uma saída de porto insana! (3)

Austrália: uma saída de porto insana! (4)

Austrália: uma saída de porto insana! (5)

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Vem aí o Crucero de La Amistad 2010

De Buenos Aires, Argentina à Fernando de Noronha, Brasil.
Mais informações AQUI.

Blog do Veleiro Planeta Água - 01 Ano

Estou de volta ao Rio Grande dos contrastes! Cheguei ontem a noite da Angra dos Reis, após uma velejada no "Aventura" do Comandante Guilherme "Chicão" Bastiani, de Ilhabela ao Porto Marina Bracuhy, assunto para mais adiante.

Em cima da hora mas, a tempo de comemorar o aniversário deste blog. Hoje dia 22 de Outubro de 2009, faz 01 ano que colocamos o blog no ar. Neste período, recebemos mais de 12.250 visitas de exatos, 40 países. Sei que, os números são modestos se comparados a outros blogs que abordam o tema náutico, porém, estou satisfeito com a repercussão e o retorno obtido.

Meu muito obrigado aos amigos velejadores e aos amantes do mar que, frequentemente visitam esta página! Parabéns a todos nós!

Fernando Maciel

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Cânion e Pico do Montenegro - São José dos Ausentes, RS - Brasil. Nós já fomos!

Cânion do Montenegro em São José dos Ausentes, RS.
O assunto foge do tópico deste blog mas, vale a pena dar uma olhadela e posteriormente conferir a dica.
Passamos o feriadão de 12 de Outubro um pouco acima do nível do mar... Visitamos o ponto mais alto de nosso estado natal, o Rio Grande do Sul. O Pico do Montenegro - 1.403 metros, esta localizado junto ao cânion de mesmo nome.
Na fronteira entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, perto do litoral, a natureza nos reserva cenários surpreendentes. A região dos Aparados da Serra, assim como o mar, é mais lugar em que a gente sente o poder e a força da natureza e a nossa pequenez diante dela.
Ali, a vegetação brota úmida, selvagem, rebelde. Araucárias nascem na pedra à beira dos penhascos, onde não se imaginaria ser possível haver vida. Xaxins centenários, com vários metros de altura, salvaram-se de seus maior predador , o comerciante de folhagens, simplesmente por serem inacessíveis. Neste mundo primitivo, a vida pulsa em múltiplos tons de verde, os campos e a mata nativa parecem respirar a cada lufada do gelado vento minuano que corta os lábios.
O nome Aparados da Serra é óbvio para quem chega ao lugar. Para onde se olha há campos limpos, pastagens exuberantes interrompidas aqui e ali por capões de matas nebulares, herbáceas ou arbustos, arroios, cachoeiras e cascatas que correm em direção aos cânions. Por isso se chamam Campos de Cima da Serra. Estes campos acabam abruptamente, à beira de cânions com profundidades que chegam a 1000 metros. É como se uma mão invisível houvesse recortado o chão com uma faca, desenhando fendas gigantescas. Não há cercas; você para na beira e olha para o fundo. As pernas tremem diante da profundidade. A alma vibra com a amplidão. A parte de cima é uma paisagem bucólica e silvestre, composta por fazendas - muitas já explorando o turismo rural, gado pastando, grupos fazendo lentas gavalgadas orientadas, seriemas, pica-paus, curicacas, jacus, gralhas azuis, gaviões, macucos, inhambus... A fauna também é abundante: veados campeiros, coatis, graxains, tatus, pacas... Apesar de raros, ainda existem leões baios (pumas americanos) e lobos-guarás, este último de ocorrência mais difícil.
A uma altura média de 1000 metros, é um local frio. No inverno neva. Em dias mais quentes e após chuvas fortes, a corrente de ar quente que sobe do litoral pelos cânions provoca um choque térmico que cria uma neblina característica. Por isto as matas se chamam nebulares.
Depois de um dia de trilhas, cavalgadas e surpresas que lavam nossas almas, nada como retornar às pousadas-fazendas e encontrar uma aconchegante lareira acesa... E uma mesa com dezenas de pratos da culinária campeira.
Nós ficamos e gostamos muito! Pousada Fazenda Aparados da Serra - São José dos Ausentes, RS. Brasil e-mail: pousadaaparadosdaserra@yahoo.com.br Fones (54) 3504-5478 e (54) 99614-0952
Mais sobre a região, AQUI e ALI - Mapa, ACOLÁ.
Pousada Fazenda Aparados da Serra

Cavalgada orientada em tarde de nevoeiro forte
O contraste entre a natureza monumental e o homem

Os campos de cima da serra emolduram os penhascos do Montenegro

Os recortes na pedra parecem ter sido feitos com uma faca e criam abismos abruptos

Pico do Montenegro 1.403 metros

Vitória no Cachoeirão dos Rodrigues

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Veleiro de R$ 100 mil encalhado é alvo de saques em SC

O veleiro argentino, avaliado em R$ 100 mil, está encalhado na Barra da Lagoa. Foto: Fabrício Escandiuzzi

Um veleiro argentino avaliado em R$ 100 mil permanece há onze dias encalhado numa das mais movimentadas praias de Florianópolis, em Santa Catarina. A embarcação atrai a atenção de curiosos e já se transformou em alvo de saques na Barra da Lagoa, localizada na região leste da cidade.

No último dia 1 de outubro, o veleiro Iemanjá não suportou a forte chuva que atingia Santa Catarina e encalhou próximo da praia. O vento e o mar muito agitado fizeram com que o argentino Cristian Federico Chaina, 40 anos procurasse se aproximar da costa para ancorar.

A embarcação acabou arrastada pela correnteza e encalhando na areia, próxima à arrebentação, a menos de 20 metros da praia. O argentino usou um apito para pedir socorro a populares.

Chaina havia deixado a Argentina no último dia 20 de setembro e seguiria para a cidade de Angra dos Reis, no litoral fluminense. Sozinho no barco, o professor de Educação Física havia planejado realizar mergulhos pela costa brasileira. Com o acidente, ele aguarda há dez dias que a companhia de seguros avalie o veleiro para que ele possa enfim, ser retirado do mar.

O problema é que em 11 dias no tempo, a estrutura já teve vários objetos roubados, como um radar, um rádio e um aparelho de GPS. Mesmo tendo encalhado diante de um posto de salva-vidas da praia, não existem funcionários que trabalhem no local durante a noite, o que estaria facilitando as invasões.

"É muito triste, o barco já era porque ele está cheio de areia e água lá dentro", diz o pescador Marco Antônio Livramento, 39 anos. "Tem roupas espalhadas e até uma bicicleta ali, que já está coberta de água. A gente que mora no bairro até fica de olho para que as pessoas não levam nada, mas de noite não há o que fazer".

No feriadão, o barco se transformou numa atração à parte na praia da Barra da Lagoa. Muitos banhistas fotogravam o veleiro encalhado e alguns chegaram a se arriscar a visitar seu interior. A estrutura, de quase 5 toneladas, apresenta uma grande rachadura no casco e bastante água e areia em seu interior.

De acordo com a Capitania dos Portos de Santa Catarina, o barco deverá ser retirado nesta semana, após a avaliação da seguradora e apresentação de um plano para o resgate da estrutura, de modo que o combustível não comprometa o meio ambiente. A operação deverá ser realizada somente quando a maré estiver baixa.

Fabricio Escandiuzzi - Direto de Florianópolis, SC.

Artigo Relacionado: Veleiro Encalha em Florianópolis

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Sextante... Você sabia que ???

O Sextante é o método de navegação mais antigo e ainda usado nos dias de hoje, apesar de toda a tecnologia existente.

A grosso modo o Sextante serve para medir a distância entre o horizonte e um corpo celeste. Ele também pode ser usado para descobrir o ângulo entre dois pontos conhecidos em terra e traçar uma linha para se obter uma posição.

O Sextante é dividido por "segundos de arco", cada minuto angular representa a distância equivalente a uma milha náutica, ou 1.852 metros.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Mais notícias do veleiro Piatã - by Cacau

Bonaire

19/09 Meu Deus do Céu!

Hoje mergulhei nas águas de Bonaire... Gente boa, meus amigos é "di cai a bunda" meus camaradinhas!

21/09 Não podemos esquecer a navegação... Aqui o vento e a corrente são de leste para oeste, os dias são mais ou menos iguais, de manhã ventinho, ao meio do dia chega de 10 a 15 nós, ao entardecer ao sul muitos relâmpagos mas não chove. Popa rasa, fora Morrocoy/Islas de Aves través, nesta perna a atenção é com os navios que estão vindo ou indo para a Colômbia.

Islas de Aves, muito coral, a dica é velejar com luz do dia, a noite é muito complicado. Para Bonaire é só largar o veleiro, daqui vamos para Curaçao e Aruba, tudo popa rasa.

Curaçao

27/09 Saímos de Bonaire no dia 25/09 as 8 hs com vento de 10 a 15 nós de sudeste nosso rumo era oeste, bom bom como se diz aqui, chegamos em Curação as 14 hs. A capital é Willemstad, o ancoradouro é Spanish Water, para quem leu o livro do Cabinho a ponte que apertou ele, foi esta que tem 14 barcos em baixo que abre como um portão. (Foto na colagem acima)

Abração

Cacau

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Tripulação do trimarã "Acauã" à deriva no litoral paraibano, foi resgatada pela Marinha.

O trimarã "Acauã" um multicasco de 32 pés

A Marinha do Brasil resgatou a tripulação do trimarã "Acauã" que ficou à deriva no litoral paraibano. O trimarã de 32 pés (9,90 m) registrado no estado da Paraíba, tinha como comandante Savigny R Cunha Lima e a tripulação composta por Igor Gomes Guimarães e Guilherme Crispim. O grupo foi vencedor da REFENO (Regata Recife-Fernando de Noronha) na Classe Multi D.

Veleiro ficou emborcado desde domingo (27/09), após competição. Eles foram encontrados na madrugada de segunda-feira (28/09) pelo rebocador Triunfo e pelo navio-patrulha Graúna. Segundo informações da Marinha, o veleiro emborcou no domingo (27/09), quando estava a cerca de 30 milhas náuticas (o equivalente a 55 quilômetros) da cidade de Cabedelo (PB). Os velejadores foram encontrados pela equipe de resgate em cima do casco do veleiro e retirados com o uso de um bote de salvamento. O grupo recebeu atendimento médico no rebocador Triunfo. Eles foram alimentados, aquecidos e não apresentaram problemas sérios de saúde.

Resgate da tripulação do Acauã pela Marinha do Brasil

"O veleiro estava inscrito na regata Noronha - Natal e, estava aproveitando a cobertura da Marinha para o retornar de Fernando de Noronha para Natal. Este procedimento é muito comum e correto para quem participa da REFENO.

O "Acauã" comunicou à Marinha de que ia arribar para João Pessoa e, depois da comunicação sofreu o acidente. No Iate Clube do Natal, as informações eram de que ele havia capotado e uma das bananas havia se rompido e entrado água".

Mauricio - Veleiro Fast 345 - Alphorria - (ABVC)